Uma lista de filmes que José Saramago viu entre os anos 1970 e 1980

O próprio José Saramago viria, mais tarde, fazer algumas peças para o cinema.
Aqui, em cena do documentário Janela da Alma (2001)


É sabido da exposição organizada por Fernando Gómez Aguilera sobre a vida e a obra de José Saramago, apresentada em Lanzarote e em Lisboa. Junto com a exposição na capital portuguesa, a editorial Caminho, que tem publicado a obra do Prêmio Nobel da Literatura, trouxe a lume um catálogo preparado pelo curador espanhol. Uma das curiosidades que este texto nos apresenta é uma lista de filmes - recordando sobre a paixão de Saramago pelo cinema - que o escritor português viu entre os anos de 1970 e 1980. A lista é recuperada das anotações que constam, segundo informa Gómez Aguilera, de duas agendas pessoais do autor de Ensaio sobre a cegueira.

1976
La guerre est finie, de Alain Resnais
Dia de cão, de Sydney Lument
A flauta mágica, de Ingmar Bergman

1977
O intruso, de Luchino Visconti
Le mariage de Figaro, de Jean Meyer
Casanova, de Jonh Homes;
Ferdinand le radical, de Alexander Kluge
La Question, de Laurent Heynemann
Barry Lindon, de Stanley Kubrick

1978
Violência e Paixão, de Luchino Visconti
A Guerra das Estrelas, de George Lucas
Annie Hall, de Woody Allen
Um dia inesquecível, de Ettore Scola
Julia, de Fred Zinnemann
Esposamente, de Marco Vicario
Cadáveres Incómodos, de Francesco Rosi
Fim-de-semana Alucinante, de John Boorman
Os Três Dias do Condor, de Sidney Pollak
A Grande Ilusão, de Jean Renoir
A Greve, de Sergei Eisenstein
Outubro, de Sergei Eisenstein
Providence, de Alain Resnais
Um Casamento, de Robert Altman
O Homem de Pedra, de Andrzej Wajda
Fédora, de Billy Wilder

1979
La vía láctea, de Luis Buñuel
El Mistério de Agatha, de Michael Apted
Zonas, de Alain Tanner
M, de Fritz Lang

1980
Padre Padrone, dos Irmãos Taviani
Manhattan, de Woody Allen
Noites de Singapura, de Peter Bogdanovich
Les arpenteurs, de Michael Soutter
Inês Vai Morrer, de Giuliano Montaldo
Don Giovanni, de Joseph Losey
Glória, de John Cassavetes
O Factor Humano, de Otto Preminger
Ensaio de Orquestra, de Federico Fellini
Diário de Uma Criada de Quarto, de Luis Buñuel

1981
Cristo Parou em Eboli, de Francesco Rosi
O Meu Tio da América, de Alain Resnais
O Último Metro, de François Truffaut
O Obscuro Objecto do Desejo, de Luis Buñuel
A cidade das mulheres, de Federico Fellini
Vestida para Matar, de Brian de Palma
O Homem Elefante, de David Lynch
Uns e outros, de Claude Lelouch

1982
Noite e neblina, de Alain Resnais
Reds, de Warren Beatty
A Calúnia, de Sidney Pollak
A Pele, de Liliana Cavani
Blow-out, de Brian de Palma
Célebres e Ricas, de George Cukor
Buddy Buddy, de Billy Wilder
A Rainha de África, de John Huston
Desaparecido, de Costa Gavras
A Tragédia de Um Homem Rídiculo, de Bernardo Bertolucci
A Saudade de Verónica Voss, de Rainer Werner Fassbinder
Yol, de Yilmaz Güney

1983
Blade Runner, de Ridley Scott
O Veredicto, de Sidney Lumet
Fanny e Alexandre, de Ingmar Bergman
As Lágrimas Amargas de Petra von Kant, de Rainer Werner Fassbinder
Amarcord, de Federico Fellini
A Vida É Um Romance, de Alain Resnais

1984
Le beau mariage, de Eric Rhomer
Zelig, de Woody Allen
Vivement le dimanche, François Truffaut
Marat Sade, de Peter Weiss
O Contrato, de Peter Greenaway
A Noite de Varennes, de Ettore Scola
La femme de l'aviateur, de Eric Rohmer
Nuremberg, de Stanley Kramer
Indiana Jones e o Templo Perdido, de Steven Spielberg
O Padrinho II, de Francis Ford Coppola
Paris, de Wim Wenders
Hammett, de Wim Wenders

1985
Kaos, dos Irmãos Taviani
Les Nuits de la pleine lune, de Eric Rohmer
Amadeus, de Milos Forman
Paulina na Praia, de Eric Rohmer
Passagem para a Índia, de David Lean
Um Amor na Alemanha, de Andrzej Wajda
A Rapariga do Tambor, de George Roy
O Baile, de Ettore Scola
Ana, de António Reis
Amadis, de Abel Neves
Eles e Elas, de Joseph L. Mankiewicz
Carmen, de Carlos Saura
Dune, de David Lynch
A Rosa Púrpura do Cairo, de Woody Allen
Regresso ao Futuro, de Robert Zemeckis 
A Casa e o Mundo, de Satyajit Ray

1986
Derzu Uzala, de Akira Kurosawa
Ana e as Suas Irmãs, de Woody Allen
Era Uma Vez na América, de Sergio Leone
Ran, de Akira Kurosawa

1987
El año de las luces, de Fernando Trueba
Fata Mia, de José Luis Borau
La ley del deseo, de Pedro Almodóvar
E la nava va, de Federico Fellini
Os Dias da Rádio, de Woody Allen
Sacrifício, de Tarkovsky
Medo, de Alain Resnais

1988
Olhos Negros, de Nikita Mikhalkov
Manon des Sources, de Claude Berri
Gente de Dublin, de John Huston
A Casa Suspeita, de Peter Yates

1991
História de Gangsters, de Joel Cohen


* Por ordem de apresentação: filmes assistidos em Paris onde permaneceu uma semana a partir do dia 13 de maio de 1977; Paris, 1978, para onde viaja em 6 de dezembro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pablo Neruda: o que não dá mais para ocultar

Água viva, de Clarice Lispector

Quando Borges era Giorgie

Boletim Letras 360º #231

Salinger, um grupo de psicopatas e os do MKUltra

A filha perdida, de Elena Ferrante

Gostamos de causar danos (com o grande romance estadunidense)

Apontamentos sobre alguns textos curtos de Tolstói

Jane Austen: casamento e dinheiro

Boletim Letras 360º #232