Postagens

Mostrando postagens de Abril 9, 2008

A narração desarvorada

Imagem
Por Benedito Nunes



A ficção de Clarice Lispector passou por três distintas fases de recepção. A primeira começa com a publicação de seu livro de estreia, o romance Perto do coração selvagem (1943), então apenas conhecido entre críticos e escritores. Porém numa segunda fase, a partir de 1959, o livro de contos Laços de família conquistou o público universitário e despertou interesse pelos outros romances da autora, O lustre e A cidade sitiada, lançados entre 1946 e 1949 respectivamente, e A maçã no escuro, de 1961
Creio que a morte da autora abriu uma terceira fase de recepção à sua obra, condicionada, depois da impressão desconcertante que produzira A paixão segundo G.H., romance de 64, às peculiaridades de dois livros, A hora da estrela, que precedeu de meses o passamento de Clarice Lispector em dezembro de 1977 e Um sopro de vida, publicado postumamente. Por uma sorte de efeito retroativo, ambos permitem desvendar certas articulações da obra inteira de que fazem parte, dentro de um …