Postagens

Mostrando postagens de Maio 5, 2008

Literatta ou doce sorriso do macho satisfeito, de R. Roldan-Roldan

Imagem
Por Pedro Fernandes


Esse sentir, esse tocar, esse beijar, esse chupar, esse morder, esse penetrar, esse gozar... Esse quero mais. Insaciável. Esse quero mais infindável. Antes que tudo acabe. Pois tudo acaba. Essa é a única verdade. É o que rege o escritor e sua escrita, o leitor e sua leitura.

Literatta ou doce sorriso do macho satisfeito

* Recebi de Roldan-Roldan pelas mãos do poeta Leontino Filho seu trabalho Literatta ou doce sorriso do macho satisfeito. Já lera, como comentei em post neste blog, seu livro de poesia Os úberes do infinito e mais do gênero nas visitas à biblioteca na faculdade, além de Ao sul do desejo, Carta a uma mulher separada e Azeviche ou nossa senhora do sagrado sexo. Recebi Literatta numa das últimas viagens que fiz a Mossoró, no fim de 2008. Este fim de ano de tantas conturbações que só me permitiu ler as orelhas do livro e olhar rapidamente o prefácio da obra escritos por Leontino. Foi no recesso do carnaval, quando todos vão para suas folias - e eu já cans…