Postagens

Mostrando postagens de Junho 26, 2008

A angústia das inadaptações

Imagem
Por Carlos Adriano

Se viver já o é, filmar Guimarães Rosa também é muito perigoso. No meio do redemoinho de imagens e sons, reside o diabo das adaptações literárias que buscam verter em cinema as complexas veredas do sertão de palavras de Rosa(s).
Pensando o ofício do artista, escreveu o autor mineiro: "o incontentamento é o seu clima". Parece ser a mesma condição e sina do árido exercício da transposição, acidentada topologia de deslocamento que atravessa livro e filme, cartografia-enigma.
Nonada: ponto de indagação e inflexão para quem decidir ousar pela aventura, âncora de angústia das inadaptações. Ambiciosa ou modesta, seja a tarefa, sempre resta o desafio, incômodo, e inquieto. "O poeta não cita: canta", reza Guimarães Rosa.
O mais costumeiro entrave na travessia é a irredutibilidade da linguagem ("Quando escrevo, repito o que já vivi, antes. E, para estas duas vidas, um léxico só não é suficiente"). Da pontuação à ortografia, da oralidade regionali…