Postagens

Mostrando postagens de Junho 17, 2009

Cruz e Sousa

Imagem
"Tem poetas que interessam mais pela obra, artistas cuja peripécia pessoal se reduz a um trivial variado, sem maiores sismos dingos de nota, heróis de guerras e batalhas interiores, invisíveis a olho nu. Tem outros, porém, cuja vida é, por si só, um signo." Assim inicia Paulo Leminski a apresentação que faz sobre a vida deCruz e Souza, considerado, muito tardiamente, pela crítica literária como um introdutor do Simbolismo no Brasil pela publicação de dois livros, em 1893, Missal e Broquéis.
Filho de escravos alforriados, João da Cruz e Sousa nasceu em Nossa Senhora do Desterro – Florianópolis, hoje – em 1861. Foi “escondido” ou “rejeitado” do/pelo público leitor durante muito tempo, apesar de a crítica o ter como introdutor do simbolismo no País. Sua obra ainda é um campo de investigação vasto que somente agora começa a ganhar atenção merecida. Fora isso, teve o autor uma vida conturbada. Uma tragédia, pode-se assim dizer. Essa tragédia pessoal vem agravar-se com o seu cas…