Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 26, 2011

Ariano Suassuna

Imagem
Auto da compadecida e O romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-volta, mais conhecido apenas por  A pedra do reino são duas obras que representam significativamente as duas faces desse escritor: a de dramaturgo e a de ficcionista, respectivamente. É verdade que Ariano também escreveu e/ou publicou uma leva poemas e ensaios, dos quais, pela bibliografia do escritor na página da Academia Brasileira de Letras, podemos citar ao menos dois – O pasto incendiado, livro inédito de poemas, e O Movimento Armorial, este conhecido de todos, porque ser as bases de um dos movimentos, no interior das artes, que o escritor foi fundador e tem dedicou boa parte de seu projeto literário.
Ariano Suassuna é da Paraíba. Nasceu em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa. Com o assassinato de seu pai durante Revolução de 1930, sua família muda-se para Taperoá – cidade que fica famosa quando da ambientação da adaptação de sua peça Auto da compadecida para o cinema em 2000, por Guel Arraes…