A Biblioteca Nacional de Portugal e o empréstimo de e-books



Saíram à frente. E a ideia é ótima. Principalmente aos leitores necessitados ou ávidos por literatura portuguesa. É que agora, a Biblioteca Nacional de Portugal, passa a oferecer, por meio de venda ou empréstimo, e-books. O catálogo ainda é curto e os títulos muito se resumem a historiografia. Mas a ideia, repito, fabular.

Acesse aqui.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A religiosidade clandestina de Hermann Hesse

Pablo Neruda: o que não dá mais para ocultar

Água viva, de Clarice Lispector

Apontamentos sobre alguns textos curtos de Tolstói

Boletim Letras 360º #231

Quando Borges era Giorgie

Salinger, um grupo de psicopatas e os do MKUltra

A filha perdida, de Elena Ferrante

Gostamos de causar danos (com o grande romance estadunidense)

Jane Austen: casamento e dinheiro