Um caderno para Saramago, um novo hotblog



Às vésperas de completar dois anos on-line, o espaço Um caderno para Saramago tem cumprido seu interesse, muito embora tenha ainda pela frente alguns desafios a serem tomados e o principal deles é poder disponibilizar tudo o que já coletei de material impresso sobre o escritor português. Na verdade, pouquíssima coisa desse material foi aí disponibilizada porque me custa, sobretudo, tempo para sua digitalização. Mas, é preciso reconhecer que o trabalho de acompanhamento quanto ao que surge na web isso tem sido feito com plena satisfação. Entendendo que o espaço funciona como uma espécie de memória ou como foi dito na sua apresentação como uma enciclopédia em torno de José Saramago já havia notado a necessidade de manutenção de um espaço paralelo para o acompanhamento das atividades aí desenvolvidas e-ou das atualizações aí feitas. Por isso, foi que canalizei um grupo de postagens no Letras in.verso e re.verso para apublicação disso e a qual chamei de hotblog. A novidade de agora é que este hotblog passa a ter uma existência independente do Letras, já que o papel desse espaço encontra-se hoje com sua capacidade bastante elevada. O novo hotblog irá comportar também o menu Notícias de Um caderno.

A novidade já pode ser acessada indo por aqui



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A religiosidade clandestina de Hermann Hesse

Água viva, de Clarice Lispector

Pablo Neruda: o que não dá mais para ocultar

Apontamentos sobre alguns textos curtos de Tolstói

Boletim Letras 360º #231

Quando Borges era Giorgie

Salinger, um grupo de psicopatas e os do MKUltra

A filha perdida, de Elena Ferrante

Gostamos de causar danos (com o grande romance estadunidense)

Jane Austen: casamento e dinheiro