Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

10 livros para ler a partir do dia 31 de outubro

Imagem
1 – O castelo de Otranto, de Horace Walpole: simples novela datada de 1764 tem relevância aqui porque é apresentada como a que inaugurou na literatura os gêneros de terror e de sobrenatural, tendo sido basilar para escritores como Bram Stoker e Edgar Allan Poe. Seu enredo se fixa em torno de uma maldição que percorre as gerações da família do príncipe Manfredo de Otranto. O misterioso assassinato de Conrado, seu único herdeiro homem, leva Manfredo à loucura, não sem antes ir à procura dos verdadeiros culpados pela morte do filho e as bases que levaram o surgimento da maldição sobre a família.
2 – Os mistérios de Udolfo, de Ann Radcliffe: este é o quarto romance de Radcliffe, escritora que terá inspirado autores como Jane Austen. O romance se constrói em torno da personagem Emilie. Filha única, criada com todos os préstimos e mimos, ela de perde os pais – primeiro, a mãe, vítima de uma doença súbita e misteriosa, depois o pai durante uma viagem pelo sul da França e pela Itália. É ness…

Declame para Drummond em Natal

Imagem
Falamos por aqui sobre uma ideia vinda pelas ondas da web do Rio de Janeiro, mas já desembocada aqui em Natal este ano: o projeto Declame para Drummond. Trata-se de um rico intercâmbio de poesia autoral em homenagem ao poeta que completaria 110 anos no dia 31 de outubro deste ano.
O coletivo é formado por 110 poetas  do Brasil e de Portugal, que têm entre outras missões a distribuição de poemas em suas cidades para que sejam encontrados “no meio do caminho” de algum ilustre desconhecido.
O Declame para Drummond é uma iniciativa da poeta e produtora cultural independente Marina Mara – que vem realizando projetos de popularização da poesia pelo Brasil – em parceria com poetas de várias regiões do país e também de Portugal.
Todos os poetas do coletivo, assim como as pessoas interessadas em distribuir os poemas do projeto em suas cidades retiraram (ou pode retirar) os textos que já estão prontos para imprimir (basta ir por aqui), devidamente identificados com o nome do projeto e uma ca…

As várias faces de "Alice no país das maravilhas" - Parte 2

Imagem
Só recebemos as imagens compostas por Salvador Dalí para o clássico de Lewis Carroll por este ano. Graças à iniciativa da William Bennett Galllery.
A obra foi publicada em 1969 pela Maecenas Press-Random House, uma editora de Nova York, que vendeu a obra como o livro de destaque do mês.
No total são treze ilustrações, uma para cada capítulo da obra, sendo a primeira apresentada ainda como rascunho no frontispício. A obra de abertura, que leva o nome do livro, seria terminada com guache em 1974 e depois reproduzida numa escultura de bronze de 1984.

Convém lembrar aqui que Walt Disney, que elegeu Alice para o seu primeiro projeto de longa-metragem nos cinemas desde quando foi para Hollywood, em 1923, recebeu a significativa colaboração inicial do próprio Salvador Dalí para o trabalho. Devido aos atropelos, o pintor sairia em 1951, sem que o seu nome fosse para os créditos: o rompimento entre Disney e Dalí se deu antes que o filme chegasse ao cinema e outro projeto ambicioso, chamado de…

Cecília Meireles, Manuel Bandeira e Mário Quintana: reencontros

Imagem
Já tem mais de um mês que dei com algumas novidades muito boas que as editoras estão trazendo para a literatura nacional. A surpresa de entrar numa livraria e encontrar livros que, já tem algum tempo que só resistia nas estantes dos sebos e alguns nem mesmo aí encontrávamos se confunde com a preocupação que tenho enquanto professor de literatura que assiste ao desencantamento ou distanciamento do público para com a leitura de obras de qualidade.

Há, evidente, muitos fatores negativos que estão entre o leitor e o livro, mas acho que o mais grave deles é quando falta o segundo elemento, afinal, não há leitor se não há livro. E tem algum tempo que a ideia de lucro tem falado mais alto e as editoras têm se preocupado e tanto com a fabricação de Best-Sellers, relegando o trabalho árduo da boa literatura às editoras de fundo de quintal, sem expressividade quantitativa frente à ordem tresloucada do capital.

Da surpresa que tive nas livrarias, esta se refere ao trabalho de reedição de Mario …

V Encontro Potiguar de Escritores

Imagem
Conforme notificamos pela manhã na nossa fan page no Facebook, terá lugar na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras (Rua Mipibu, 443, Petrópolis, Natal - RN) mais uma edição do Encontro Potiguar de Escritores promovido anualmente pela seção estadual da União Brasileira de Escritores (UBE), representada no estado por Eduardo Gosson. O evento acontece entre os dias 29 e 31 de outubro. Abaixo reproduzimos programa oficial que nos chegou por e-mail.
29 de outubro (segunda-feira) 18h - Lançamento da antologia Presença da Mulher na Literatura do Rio Grande do Norte organizada por Zelma Furtado e Kacianni Ferreira.
19h - Abertura Solene Eduardo Gosson- Presidente da UBE/RN Homenagens ao Escritor Otto de Brito Guerra, à Escritora de livros infantis Nati Cortez, ao escritor José Bartolomeu Correia de Melo e ao grupo de teatro Clowns de Shakspeare.
20h30 - Conferência "Mestiçagem étnica e cultural da América Latina em Cem Anos de Solidão, de Gabriel Garcia Márquez", proferida pela pro…

F Scott Fitzgerald

Imagem
É possível que F Scott Fitzgerald tenha ficado mais conhecido entre o público mais popular brasileiro com o conto “O curioso caso de Benjamin Button”, que foi levado às telas do cinema, em 2008, e foi um dos filmes bem cotados na premiação do Oscar no ano seguinte. No conto, a personagem de Benjamin Button nasce um ‘bebê-velho’ e com o passar do tempo, ao invés de envelhecer da forma natural, ele rejuvenesce. Para o ano vindouro, o cinema se prepara para receber mais uma adaptação de sua obra: O grande Gatsby. Na verdade, uma readaptação, já que o romance passou por quatro adaptações, uma delas, a mais famosa, em 1974, sob a direção de Jack Clayton com Mia Farrow e Robert Redford nos papéis principais e roteiro de Francis Ford Coppola.
Mas, F Scott Fitzgerald não foi um autor para o cinema (sabemos que chegou a fazer algumas roteirizações e somente). É sim um dos grandes escritores estadunidenses do século XX. Escreveu durante um dos períodos mais frenéticos e conturbados da história…

A eterna juventude de Peter Pan

Imagem
“A história do menino que não queria crescer faz parte do imaginário de diferentes gerações de leitores” – assim anuncia a Cosac Naify na resenha de lançamento de mais uma obra (de arte) para seu catálogo. A obra em questão trata-se da versão original do romance do escritor escocês J. M. Barrie, Peter e Wendy, traduzido integralmente por Sergio Flaksman e acompanhado da inovadora arte que Guto Lacaz que compôs as ilustrações para o livro.
O anúncio posto entre aspas no início desta postagem tem sua verdade: é a história do menino Peter Pan, nome que seria inspirado em Pan, o mítico deus grego conhecido por suas farras, que se recusa a crescer e suas aventuras com os irmãos Darling pelo imaginário lugar da Terra do Nunca.
J. M. Barrie nasceu em 1860 na Escócia e foi penúltimo entre um grupo de dez irmãos; com sete anos perdeu o seu irmão David, favorito de sua mãe, que morreu em decorrência de um acidente de patinação. A morte prematura de David terá sido uma das causas dos muitos tra…

Dia D 2012

Imagem
A ideia teve início no ano passado. Reservar o dia 31 de outubro, dia de nascimento do poeta Carlos Drummond de Andrade, para celebrar integralmente a sua obra. E este ano, a data, como se vê pela extensa programação, se dilatou. Com atividades ecléticas e para todos os públicos, concentradas em vários lugares no Rio de Janeiro e em São Paulo, a novidade é que também vários outros estados adotaram a data, como, Minas Gerais (Belo Horizonte e Itabira), terra do poeta, e Rio Grande do Sul (Porto Alegre). Além do Brasil, a programação atravessa além-mar e chega a Portugal, país cuja receptividade da obra drummondiana sempre foi bem.
Destaques para a mostra de cinema “Drummond homenageia Greta Garbo”, uma nova edição para os famosos Cadernos de Literatura Brasileira do Instituto Moreira Salles que publica um novo número, agora, dedicado ao poeta e apresentação da peça “Cartas de Maria Julieta e Carlos Drummond de Andrade”, que foi idealizada pelo neto do poeta, Pedro Drummond.
Para ter …

As várias faces de “Alice no país das maravilhas”

Imagem
Já contamos por aqui como tudo começou: Alice no país das maravilhas começou como fábula oral contada por Lewis Carroll às filhas de Christ Church, entre elas Alice Liddell, a que lhe inspirou na criação da personagem. A historieta ganhou, passado 150 anos, os ares de clássico e Carroll figura entre os mais importantes nomes do período vitoriano, como Charles Dickiens, Emily Brontë, Oscar Wilde, Samuel Butler, entre outros. O contexto do escritor inglês terá favorecido à importância do infante como personagem principal na literatura; estamos numa época em que a extensa exploração infantil custeada pela Revolução Industrial era coisa corriqueira. Prova, estão em outros escritos de escritores da época, como Dickiens e do próprio Lewis Carroll, que, como sabemos não escreveu apenas as aventuras de Alice.


Carroll escreveu dois livros cuja personagem de Alice é o centro das atenções. Além de Alice no país das maravilhas, publicado três anos depois da origem do conto, foi publicado também…

Os 120 anos de Graciliano Ramos

Imagem
Já notificamos na nossapágina no Facebook tem algumas semanas que o autor de Vidas secas será o grande homenageado da Festa Literária Internacional de Paraty - FLIP em 2013.
Próximo dia 27 de outubro entramos nos 120 anos de Graciliano Ramos que já, a partir de amanhã, terá uma programação que deve se estender durante todo o ano seguinte. Estão nos planos dos organizadores para agora o lançamento de um livro com mais de 80 textos inéditos do escritor, batizado por Garranchos e a sair pela editora Record, que publica seus trabalhos já há algum tempo. A coletânea é organizada por Thiago Mio Salla e traz crônicas, textos de crítica literária, epigramas e discursos políticos produzidos ao longo de 40 anos da vida do autor. O lançamento ocorre amanhã, dia 23 de outubro, na sede do Museu de Arte de São Paulo - MASP, na abertura de um seminário promovido pela editora Record.
Outro lançamento que também ocorrerá amanhã é promovido pela editora Boitempo. Uma nova versão revista e ampliada da …

O desfecho da novela Kafka

Imagem
No último dia 15, postamos em nossa página no Facebook, um link que dava nota do desfecho, enfim, do caso Franz Kafka que vimos acompanhando por aqui no Letras. A história que bem poderia servir de mote para uma novela kafkiana (leia mais aqui) e é até possível que haja mesmo alguém recolhendo material para algo do tipo, teve seu fim depois da decisão da corte israelense. Em questão estava parte do espólio que do autor de A metamorfose deixara com seu amigo Max Brod sob a incumbência de que seria feito cinzas, coisa que já sabemos, Brod não fez. Brigavam a Biblioteca Nacional de Israel e Eva Hoffe, já que a irmã outra parte envolvida no caso morreu sem ver o fim da questão.

A decisão tomada pela Corte de Família de Tel Aviv é que a coleção em posse das Hoffe deve ser transferida de imediato para a Biblioteca em Jerusalém, que era este um dos desejos apontados em carta de testamento de Brod. Nos arquivos estão um diário pessoal do amigo de Kafka, alguns escritos (talvez inéditos de Ka…

Voltar às origens dos textos compilados pelos Grimm

Imagem
Em 2012 se comemora o bicentenário da primeira edição dos contos dos irmãos Grimm. Foi neste ano também que o The Guardian anunciou o resgate de cerca de 500 histórias que estiveram guardadas por pelo menos um século e meio em Regensburg, na Alemanha, em acervo que pertencia ao historiador Franz Xaver Schönwerth, que coletava contos na época que os irmãos Grimm. Fica o registro que também o princípio da contagem regressiva (de quanto tempo não sabemos, mas esperamos que seja breve) de tê-los em terras e língua brasileiras.
Voltemos aos irmãos Grimm. A Cosac Naify – só poderia ser ela – publicou em dois tomos a versão original das 156 histórias, nunca antes reunidas em português, e com tradução direta do alemão. Contos maravilhosos infantis e domésticos. O rico trabalho chega para – se não colocar a versão verdadeira no lugar devido, porque isso talvez não seja mais possível se pensarmos que o 'estrago' da imagem na nossa mente é muito maior do que o da leitura – chega para re…

Explicação dos pássaros, de António Lobo Antunes

Imagem
Foi mais um da longa travessia que ainda tenho pela obra de António Lobo Antunes. Está à minha frente Fado alexandrino, que é o romance que sucede este Explicação dos pássaros. Tenho a impressão de leitor iniciante que terá sido este, não os da ‘trilogia memorialística’ que marca o início da carreira literária do escritor, o livro de fato em que Lobo Antunes se inicia, embora sabendo que, para os bons escritores, toda nova obra será sempre um princípio. Mas, neste caso em particular, é o começo de tudo porque o autor de Explicação dos pássaros se desvincula do tema da guerra colonial, marca dos três primeiros romances, para temas mais caros à subjetividade: como a ideia de finitude que perpassa todo o andamento da narrativa.
Dividido num fim de semana, de quinta-feira para domingo, neste livro também notamos o narrador antuniano cada vez mais seguro da ideia de esfarelamento e entrelaçamento temporais exercitadas ao longo de sua trilogia. Temos a sensação de que, cada vez mais, o escri…

RECONHECIMENTO

Imagem
Por Pedro Fernandes




Ontem, 15 de outubro, foi dia dos professores. Alguém já terá dito que uma coisa que tem dia para ser lembrada é porque esta coisa não é tão bem quista quanto deveria. Prefiro ir nesta direção, mas prefiro também dilatar essa visão. Quando se há um dia para lembrar de alguém ou alguma coisa e estes não são bem quistos, este dia, serve-nos não apenas para exaltações afetivas, que será uma forma de imprimir destaque ao não-quisto, mas aponta para a necessidade de se repensar o sentido do alguém ou do alguma coisa lembrados.
Então, ainda no território das preferências, eu prefiro ir pela ideia de repensar. E foi isto o que propus quando redigi uma mensagem resposta aos vários comentários e às várias fotomensagens que companheiros de profissão e alunos decidiram, cada qual do seu jeito carinhoso de ser, homenagear. A mensagem foi publicada na minha página no Facebook e é o teor dela que quero repetir por aqui, porque como reza as diretrizes deste espaço, ele me é també…

Mário de Andrade desenhista

Todos conhecem Mário de Andrade com um dos mentores da Semana de Arte Moderna, evento realizado em 1922 e que fecha, neste ano, seus noventa bem vividos anos. Alguns também conhecem a sua poesia. Mas, o Mário foi mais que isso, foi o romancista (quem não lembra do herói sem caráter Macunaíma?), foi o teatrólogo, o crítico de arte, o musicólogo, o fotógrafo... Entre 1927 e 1928 realizou ensaios fotográficos nas regiões Norte e Nordeste que serviram de base para o livro póstumo publicado em 1993 pelo Instituto de Estudos Brasileiros da USP (IEB), Mário de Andrade – fotógrafo e turista aprendiz. Foi o criador dos acervos fotográficos do Departamento de Cultura de São Paulo e do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.
O exercício nesse território das artes plásticas permanece na altura em que ocupou estes cargos públicos e em 1935, no espaço dos Parques Infantis, criados para as crianças filhas do operariado paulistano, montou um concurso de desenho para as crianças que fre…

Letras in.verso e re.reverso na segunda fase do Prêmio TOPBLOG 2012

Imagem
O Letras amanheceu, mais feliz. É que descobrimos nossa classificação para a segunda fase do prêmio mais concorrido nacionalmente, o Prêmio TOPBLOG que está este ano completando sua quarta edição. Isto é, o prêmio é mais novo que o blog, mas é a primeira vez que resolvemos concorrê-lo. 
Estamos entre os 100 mais votados pelos internautas na categoria Literatura. E estamos na disputa pelo disputadíssimo 3º lugar. Este post é para além de comunicar a vitória da primeira fase, cumprimentar a todos os que apostaram no nosso nome. É também para renovar os votos que confiança que nos foi dado e pedir ajuda para mais uma fase. 
Como votar
É muito simples. Basta entrar no link ou clicar no banner Top 100 - Finalista 2º Turno que está logo na coluna à esquerda do blog que você é direcionado para a votação. Cada pessoa pode votar até três vezes: por e-mail, facebook e twitter. Importante: depois de dar o voto por e-mail, NÃO esquecer de cumprir com a confirmação. O último dia para votar é 10 de…

Leontino Filho: a saga e o segredo de urdir os restos do lirismo amoroso

Imagem
por Márcio de Lima Dantas

Todo mundo sabe quanto se tornou difícil, nos últimos tempos, o manuseio de textos artísticos que lancem seus vetores à tradição da literatura ocidental conhecida como lírica amorosa. As linhas de continuidade às quais se vincula o discurso poético sobre o amor, pelo menos nos moldes como fomos acostumados a senti-lo/representá-lo, e também como é difundido pela mídia, parecem ter atingido o seu fastígio com as transformações que o século XX ferrou nos relacionamentos interpessoais, coisa que me parece sem retorno e que também, de outra parte, não deve causar transtornos, malgrado o desvelamento de uma hipocrisia insistente, produzida por um discurso advindo das classes dominantes, eivado de Ideologia, possibilitador da reprodução do status quo favoráveis àqueles mesmos que desde sempre estiveram no poder.
 O que eu quero dizer é que o poeta Leontino Filho, nascido em Aracati, antiga cidade do Ceará, vivendo desde muito na capitania do Rio Grande, ainda conse…

III Encontro de Escritores de Língua Portuguesa (Programação final)

Imagem
Havíamos comentado por aqui sobre o III Encontro de Escritores de Língua Portuguesa. Na programação que divulgamos seguindo o que estava no site oficial do evento, ainda havia algumas brechas quanto a locais de realização de algumas atividades. Agora, a programação está fechada. Embora as inscrições tenham sido encerradas já no último dia 11, fica a programação completa do evento para aqueles que se inscreveram e vão acompanhar o evento que começa amanhã, segunda-feira, dia 15 e vai até o dia 17. O evento é uma iniciativa é da União das Cidades Capitais Luso-Afro (UCCLA), com o apoio da Prefeitura do Natal e da Academia Norte-Riograndense de Letras. Este ano, o III EELP debate três eixos temáticos: “literatura infantil”, “literatura e futebol” e “literatura oral e tradicional”. Segue a programação:

15 de outubro (segunda-feira) - Teatro Alberto Maranhão 14h - Solenidade de abertura
14h30 - Conferência "Literatura Infantil", com Isabel Alçada e Ana Maria Magalhães (Portugal). Pa…

Polissia, de Maïwenn

Imagem
Por Pedro Fernandes



O filme é grande aposta na carreira de Maïwenn. Não só porque recebeu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes em 2011, mas porque estamos diante, em simultâneo, de três versões da menina que teve sua infância marcada pela presença de uma mãe atriz e jornalista que desejava que a filha fosse uma estrela do cinema. Em Polissia, Maïwenn escreveu o roteiro, dirigiu e atua. É ela quem faz a fotógrafa desengonçada que chega entre os policiais da Brigada de Proteção a Menores para fazer uma cobertura fotográfica que deverá depois ir para um livro cujo foco é cotidiano do grupo. A inserção da fotógrafa aponta para o tipo de filme que está à nossa frente: misto de drama e documentário. Documentário porque o que se encena na tela é justamente o trabalho diário desses policiais da Brigada de Proteção a Menores; drama porque, além das histórias documentadas há a vida particular dos próprios policiais. E é no cruzamento desses dois planos que se localiza a trama do filme.
Estão a…