Um Truman Capote inédito




Um pequeno texto inédito de Truman Capote foi publicado para edição de dezembro da revista Vanity Fair. A peça de sete páginas foi encontrada pelo editor da revista, Sam Kasher, enquanto examinava documentos e papeis relativos a um romance inacabado do escritor que foi publicado postumamente em 1987 sob o título de Preces atendidas.  A trama deste romance envolve ricos e famosos e se passa num cruzeiro pelo Mediterrâneo; quando publicado casou frissom entre muitos amigos de Capote da alta sociedade estadunidense.

O título das seis páginas, “Yachts and thigns” (em português, “Iates e coisas”) coincide com um dos capítulos que Truman havia esboçado para este livro de 1987. Segundo a jornalista Sam Kashner, o narrador é claramente Truman e a personagem citada no texto, a Sra. Williams, seja Katharine Graham, editora do diário The Washington Post. As associações são consideráveis porque Preces atendidas trata-se de um romance autobiográfico. O biógrafo do escritor, Gerald Clarke que publicou Capote (livro traduzido no Brasil pela Lya Luft e editado pela Editora Globo), também atestou o achado como “típico Truman”.

Truman Capote é considerado um dos grandes nomes da literatura dos Estados Unidos ao lado de Gore Vidal e Norman Mailer. Entre vários romances o que é mais lembrado é A sangue frio, de 1966 pela abertura que o escritor deu ao gênero para materiais outros como a matéria jornalística (falamos sobre este livro por aqui). O romance chegou a ser adaptado para o cinema em 1967, pelo diretor Richard Brooks.

O texto inédito deverá ser publicado on-line em meados de novembro no site da revista Vanity Fair, aqui.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns dos melhores começos de romances

Uma entrevista inédita com Liev Tolstói

Água viva, de Clarice Lispector

Potnia, de Leonardo Chioda

Avenida Niévski, de Nikolai Gógol

A lista de leituras de Liev Tolstói

De Mário Peixoto, é preciso virar a página

A ignorância, de Milan Kundera

O romance perdido de Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #236