Postagens

Mostrando postagens de Março 13, 2012

Conferência sobre José Saramago

Imagem
(clique para ampliar)

Conforme noticia o cartaz, dia 14 de março, a partir das 19h30min no Auditório da Faculdade de Letras e Artes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, ministro a conferência José Saramago: subverter para reinventar. O evento faz parte de um ciclo de palestras promovido pelos alunos do curso de Letras - Língua Portuguesa do 8º período. Interessados devem procurar Clara Marques na sala do Grupo de Estudos do Discurso da UERN (GEDUERN) para fazer sua inscrição. As vagas limitadas.

O primeiro Dickens no cinema

Imagem
Um dia depois de se iniciar oficialmente as comemorações pelo bicentenário de Charles Dickens, Bryony Dixon, arquivista do Instituto Britânico de Cinema (BFI) encontrou em seus arquivos a primeira adaptação fílmica de um obra do autor inglês. The death of poor Joe é uma curta-metragem mudo de um minuto de duração que narra o trágico final de A casa sombria. A película, fimalda em princípios de 1901, formava parte dos fundos do BFI desde 1954, mas na base de dados tinha título e ficha nomeados de forma errada: Man Meets Ragged Boy, 1902. Com a descoberta, o que se pensava ser as primeiras obras fílmicas a partir da obra de Dickens, Scrooge ou Marley's Ghost, realizadas em finais de 1901, não mais são tidas como verdadeiras.
A seguir o microfilme. Boa sessão.


Outro homem do ano

Imagem
Por Pedro Fernandes


Já falei por aqui que 2012 vai se firmando como um ano de grandes escritores que merecem - em igual proporção - serem lembrados. Insuficiente serem só isso. Merecem ser lidos e relidos. É o ano de Carlos Drummond de Andrade, de Jorge Amado e, de... Augusto dos Anjos.
A única obra publicada pelo poeta paraibano, Eu, fecha, agora em 2012, um século. E a Paraíba, terra natal do poeta já vem desde 2006 promovendo eventos em torno do seu livro único. Naquele ano foi fundado o Memorial Augusto dos Anjos, instalado na casa restaurada de sua ama de leite Guilhermina, situada no Engenho Pau-d'Arco, em Sapé. A fundação do memorial foi fruto do Projeto "Reconstituição do Universo de Augusto dos Anjos".

Um novo projeto - "Redescobrindo as Trilhas de Augusto dos Anjos" - possibilitou um ano depois a publicação de várias obras de teor acadêmico em torno da literatura augustiniana. Do projeto citáveis sãos os textos Augusto dos Anjos: uma biobibliografia…