Boletim Letras 360º #5


Maquete para a Biblioteca Nacional do Qatar


Mal findamos uma, principiamos outra: está valendo desde que recebemos por aqui dois exemplares do livro de Fred Spada autografados pelo poeta mais um sorteio na fan page do Letras in.verso e re.verso no Facebook. O sorteio é daqui a sete dias e, portanto, dá tempo ainda de correr (sem desespero) para ver o regulamento e participar. Enquanto não se vai mais uma promoção, queremos relembrar por aqui o que de bom se passou na dita fan page e que os leitores por razão diversa não puderam nos acompanhar. Então, vamos lá?

Segunda-feira, 18/03

>>> Qatar: A biblioteca

Coisa de cinema. Vê a imagem que abre esta postagem? É uma maquete para a Biblioteca Nacional do Qatar. A construção vai adiantada e a equipe de engenharia divulga que sua inauguração será em 2014. O prédio foi desenhado pelo renomado arquiteto Rem Koolhaas. O espaço quer ser um novo conceito de biblioteca; projetado para ser uma ponte entre o passado e o futuro, oferecerá além de um lugar adequado para os textos mais antigos, estações para livros digitais, instalações de arte, café, espaço para grandes eventos, biblioteca infantil, entre outros serviços.

>>> Brasil: Uma ponte entre Augusto de Campos e Jorge Luis Borges

Em 1984, Augusto de Campos visitou Jorge Luis Borges em sua casa, na Calle Maipu, em Buenos Aires. Borges já estava cego e se preparava para o lançamento de sua derradeira obra, Os Conjurados. O poeta ouviu de Borges, nessa conversa de quase 30 anos atrás, que preferia seus últimos livros às experiências vanguardistas que tivera aos 24 anos. O anacronismo dos sonetos borgianos, contudo, não incomodaria o próprio Campos que lançou recentemente uma antologia de 20 poemas tardios do argentino. Quase Borges revela ainda como o brasileiro como tomou coragem e telefonou do hotel onde estava hospedado para a casa de Borges, falando com Fanny, a fiel governanta, que passou o telefone ao escritor. 

>>> Portugal: Sobre o lançamento do novo livro de José Saramago

Já havíamos comentado por aqui que A estátua e a pedra chegaria no mês de abril; agora a Fundação José Saramago divulgou que o lançamento mundial se dará na segunda quinzena de abril, durante a Feira do Livro de Bogotá. A obra, em edição bilíngue, em português e espanhol, estará disponível no mercado português já início de abril. O texto de José Saramago é acompanhado aí de dois textos introdutórios dos Professores italianos Luciana Stegagno Picchio e Giancarlo Depretis, e de um epílogo do escritor espanhol Fernando Gómez Aguilera.

>>> Brasil: Vinicius – Poesia, música e paixão

É o mais completo documentário feito sobre Vinicius de Moraes. Foi produzido pela Rádio Cultura AM em 1993, por ocasião dos 80 anos do poeta e compositor, e volta a ficar acessível ao público duas décadas depois, para marcar o seu centenário a ser celebrado em 19 de outubro de 2013. O documentário vai ao ar numa parceria da Rádio Batuta com a Rádio Cultura Brasil e a VM Cultural, que representa a família de Vinicius. A série de 32 programas, cada um com quase uma hora de duração, tem roteiro, entrevistas e apresentação do jornalista João Máximo, um dos maiores conhecedores da história da música brasileira e biógrafo de Noel Rosa. Georgiana de Moraes, filha de Vinicius, participou da produção e das entrevistas. Há depoimentos de Tom Jobim, Chico Buarque, Baden Powell, Carlos Lyra, Edu Lobo, Francis Hime, Toquinho e vários outros artistas, além de irmãos do poeta e três das nove mulheres com quem ele se casou. A cada segunda-feira, às 10h, entrará na Rádio Batuta do Instituto Moreira Salles um novo episódio. A série vai até outubro. Por aqui


Terça-feira, 19/03

>>> Brasil: O acervo de Millôr Fernandes no Instituto Moreira Salles

O acervo do desenhista, jornalista e escritor Millôr Fernandes foi repassado ao Instituto Moreira Salles (IMS – RJ); anunciou a instituição. A coleção, que ainda irá passar por catalogação, é composta por obras e documentos que se encontravam em seu estúdio em Ipanema, no Rio de Janeiro. No total, o acervo é composto por 7.858 itens, entre eles duas mapotecas com desenhos em nanquim, colagens, impressões a jato de tinta (desenhos feitos em computador), guache, aquarela, lápis de cor e crayon. Os arquivos – quatro no total – contêm documentos pessoais, recortes de jornais e revistas e manuscritos. Ao longo de sua carreira, Millôr Fernandes teve o cuidado de encadernar grande parte de seus trabalhos publicados em diversos jornais e revistas. Para assinalar essa aquisição o Blog do IMS iniciou desde ontem, 18/03, uma série de postagens com depoimentos sobre Millôr Fernandes: abre a edição Fernanda Montenegro; depois segue Luis Fernando Verissimo, Janio de Freitas, Geraldo Carneiro e Sergio Augusto. Pode ler aqui.

>>> Brasil: Poesia Viva

Para divulgar a diversidade da poesia brasileira contemporânea, o Centro Cultural de São Paulo criou a coleção mensal de plaquetes Poesia Viva, distribuída gratuitamente no Centro Cultural, na Casa das Rosas e na Biblioteca Alceu Amoroso Lima. O mais recente é O observador e o nada, reedição de um livro da poeta pernambucana Micheliny Verunschk publicado em 2003. O projeto, que teve início em 2011, conta com catorze títulos de autores como Armando Freitas Filho, Alice Ruiz e Glauco Mattoso. Os próximos, de acordo com o curador Claudio Daniel, serão Moacir Amâncio, Susanna Busato e Case Lontra Marques. Os nomes são escolhidos por um conselho editorial que inclui também Heloísa Buarque de Hollanda, Luiz Costa Lima, Leda Tenório da Mota, Maria Esther Maciel e Antônio Vicente Seraphim Pietroforte. “Eles podem sugerir autores, mas a Curadoria de Literatura também convida os poetas, sempre a partir de critérios de qualidade estética e diversidade de estilos”, explica Claudio. Os trabalhos estão disponíveis para download, na íntegra, no site doCCSP.

>>> Portugal: Novo número da Revista Blimunda on-line

A 10ª Blimunda destaca no seu dossiê de capa a edição deste ano das Correntes d'Escritas, com uma reportagem, entrevistas e um texto de Maria do Rosário Pedreira, muito bem acompanhados por fotografias de Urbano Tavares Rodrigues e pelas ilustrações de João Fazenda. A seção dedicada ao infantil e juvenil centra-se no centenário do nascimento de Ilse Losa, com depoimentos de Álvaro Magalhães, José António Gomes, Manuela Bacelar e Ana Cristina Vasconcelos, para além da reprodução fac-símile de um texto da autora, publicado em 1948 na revista Vértice. Por fim, um texto de Mário de Carvalho sobre Aquilino Ribeiro, quando se assinalam 50 anos sobre a sua morte, e as palavras de José Saramago sobre Ensaio sobre a Lucidez, ditas em Bogotá, em 2004. Para baixar vá aqui.


Quarta-feira, 20/03

>>> Portugal: Mensagem, de Fernando Pessoa em audiobook 

Mensagem é o poema épico do século XX. É fruto da ambição de um português que via a última nau regressar no nevoeiro que é Portugal. Parte desse princípio o trabalho de Guilherme Gomes: associar a ambição portuguesa à sua gênese, recorrendo aos cantares tradicionais para adornar algumas das interpretações. Na sua apresentação conheceremos não só Mensagem, como o próprio Pessoa. O audiobook conta com a participação da acordeonista Sónia Sobral e o design gráfico é de Luís Belo. Pode se ter uma amostra do trabalho de Guilherme no videopoema “O Monstrengo” – aqui.

>>> Inglaterra: Tesouros raros e de valor inestimável em torno de William Shakespeare estão em exibição Stratford

Uma nova exposição que abriu esta semana em Stratford-upon-Avone apresentando tesouros únicos em torno de Shakespeare. Muitos dos itens estão em exibição pública pela primeira vez. A exposição Tesouros de Shakespeare, inclui uma cópia de um retrato do dramaturgo que se acredita ter sido pintado ainda em vida. É a primeira vez que ele passou em exibição no Reino Unido desde que foi comprado em 2010. Outros itens raros em exposição pela primeira vez incluem a única carta de que se tem notícia escrita a Shakespeare, um mapa do distrito de Warwickshire e como ele era em 1576, e exemplares de suas obras dos mais raros em diversos idiomas.

>>> Brasil: Documentário sobre Graciliano Ramos chega em abril

O cineasta e documentarista Sylvio Back, autor de mais de 30 filmes, entre eles O contestado – Restos mortais (2010) e Lost Zweig (2002), apresenta seu novo projeto O Universo Graciliano durante o Festival É Tudo Verdade no início de abril. Após o festival, o lançamento oficial do documentário está agendado para o segundo semestre. A ideia de realizar um filme sobre e em torno de Graciliano Ramos nasceu enquanto escrevia o roteiro do longa-metragem A Angústia, no início da década passada. Como frequentador de Maceió e do Agreste alagoano, no encalço de rastros, sombras e escombros tornados ficção no romance Angústia, Back acabou descobrindo um soberbo elenco de contemporâneos de Graciliano, como também, uma iconografia fixa e em movimento, além de músicas de compositores de Alagoas, que acabaram embasando a linguagem e o tônus memorial de O Universo Graciliano. As pesquisas e entrevistas de quem o conheceu e conviveu com Graciliano se fixaram, também, no Rio de Janeiro, para onde veio preso em 1936, nunca mais retornando a Alagoas.


Quinta-feira, 21/03

>>> Brasil: Mais uma revista literária

A bólide é uma revista de literatura e arte que publicará narrativa, poesia, imagem, ensaio e entrevista. Uma revista pensada como um arquivo por vir. Há também a proposta de, a cada número, encartar uma publicação feita especialmente para a revista. Estas publicações especiais serão múltiplo, livro e um fanzine. O fanzine será o resultado de uma oficina que a equipe editorial ministrará para adolescentes infratores, trazendo para a proposta de arquivo o confim, o difícil gesto da inclusão, que é radical. Trata-se de mais uma revista que vem somar a já rica cena literária curitibana, e engrandecer, claro está, a cena literária nacional. O primeiro número da revista foi lançado no dia 21 de março em Curitiba.


Sexta-feira, 22/03

>>> Portugal: Obra de Sophia de Mello Breyner Andresen será reeditada 

O grupo Porto Editora anunciou a reedição completa da obra poética de Sophia de Mello Breyner Andresen. No decorrer de 2013 serão publicados pela Assírio & Alvim as primeiras obras da escritora – Poesia (originalmente publicado em 1944), Coral, de 1950, No Tempo Dividido, de 1954, e Mar Novo, de 1958. Já em outubro de 2012, a Porto Editora já tinha assegurado os direitos de edição da obra em prosa da escritora. Tudo na mesma casa, fará com a dispersividade de sua obra, antes em editoras como a Salamandra, Portugália, Livros do Brasil ou Caminho, tenha seu fim.

>>> Brasil: Duas obras de David Mitchell chegam ao Brasil

Só temos a disposição do autor inglês apenas Menino de lugar nenhum, publicado pela Companhia das Letras; agora, a editora anuncia mais duas obras de Mitchell: uma, já era conhecida, Daniel Galera verte ao português Os mil outonos de Jacob e Zoet, que tinha previsão de sair em 2012, mas deve sair só neste 2013. A grande novidade é que vão publicar também Cloud Atlas. Trata-se do terceiro livro publicado por Mitchell e tem um enredo ambicioso ao cruzar seis histórias diferentes que estão separadas pelo tempo e espaço. O livro recebeu várias indicações para prêmios literários, venceu o primeiro Tournament of Books (em 2004) e no ano passado ganhou uma adaptação para o cinema pelas mãos dos irmãos Wachowski e Tom Tykwer, sobre a qual comentamos aqui. Dá para ler alguns trechos da tradução de 'Os mil outonos de Jacob e Zet' no Tumblr do Daniel Galera.

>>> Brasil: Cruz e Sousa on-line

2012 marcou o centenário do poeta Cruz e Souza. Pela ocasião foi disponibilizada on-line uma página comemorativa que agora está pronta para o uso; aí o leitor encontrará a obra integral em poesia e prosa de Souza mais outros achados. Vale o acesso

>>> Brasil: O eterno Moacyr Scliar

A Secretaria de Estado do Rio Grande do Sul, por meio do Memorial do Rio Grande do Sul, prepara homenagem ao escritor Moacyr Scliar, pela passagem de dois anos de sua morte e também de seu aniversário comemorado amanhã, di 23 de março. Na próxima terça-feira, 26 de março, acontece a mesa-redonda "Moacyr Múltiplo"; o evento será sediado no Auditório Oswaldo Goidanich – Memorial do RS, a partir das 19h30. O encontro terá coordenação da professora Débora Mutter e participação dos palestrantes Sergius Gonzaga, Luis Fernando Verissimo, Márcia Ivana de Lima e Silva e Ângela Rolla. No mesmo dia, abre a exposição "Scliar, uma Vida em Imagens", com painéis de composições fotográficas sobre a vida do autor.


..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns dos melhores começos de romances

Uma entrevista inédita com Liev Tolstói

Água viva, de Clarice Lispector

Potnia, de Leonardo Chioda

Onze filmes que tratam sobre a vida de pintores

Avenida Niévski, de Nikolai Gógol

A lista de leituras de Liev Tolstói

De Mário Peixoto, é preciso virar a página

O romance perdido de Sylvia Plath

A ignorância, de Milan Kundera