Boletim Letras 360º #2


Manuscrito raríssimo para um poema de Charlotte Brontë apresentado
esta semana em Londres que deve ir a leilão em abril

Segunda-feira, 25/02

>>> Brasil: O Cancioneiro, de Petrarca terá nova edição

Depois de editar clássicos como A Ilíada, a Ateliê Editorial em parceria com a Editora da Unicamp deve publicar em setembro próximo uma edição com nova tradução para o texto clássico de Petrarca, O Cancioneiro. A obra vem integralmente ilustrada por cerca de 700 trabalhos de Enio Squeff, feitas a partir dos poemas.

>>> Brasil: Portal Portinari on-line

Desde o dia 21 de fevereiro foi posto on-line um portal com a obra completa de Candido Portinari. O portal é resultado das atividades do Projeto Portinari, nascidas ainda em 1979 pelas mãos de João Candido, filho do artista plástico: "Inicialmente voltado para o resgate sistemático, minucioso e abrangente da vida e da obra de Candido Portinari, bem como da época em que viveu, o Projeto visa também colocar a obra do artista a serviço da tarefa maior de busca da nossa identidade cultural e preservação da memória nacional. Além disso, pretende contribuir para uma ação sociocultural ampla, voltada para melhor compreensão do processo histórico-cultural brasileiro. Empenha-se, ainda, em exercer uma atuação voltada especialmente a crianças e jovens, tomando por base os valores sociais e humanos presentes em todo o universo portinariano, para suscitar uma reflexão sobre a realidade brasileira e mundial." Então, já podem acessar aqui.

>>> Londres: Descobertos 50 poemas inéditos de Rudyard Kipling

Os poemas inéditos já serão publicados numa antologia durante o próximo mês. O britânico Rudyard Kipling (1865-1936) é autor de O Livro da Selva, livro eleito em várias ocasiões como o favorito dos ingleses.


Terça-feira, 26/02

>>> China: Primeira tradução de Alberto Caeiro abre coleção dedicada a Fernando Pessoa no país

Não é apenas Ulisses, de James Joyce que faz a cabeça dos chineses; a primeira tradução dos poemas e ensaios de Alberto Caeiro, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, vai ser lançada em maio em Pequim, assinalando o início de uma coleção dedicada ao poeta português. O livro, com cerca de 300 páginas é o primeiro volume de uma série intitulada “Obras de Fernando Pessoa”, que uma das mais conhecidas editoras chinesas, a Commercial Press, tem programado publicar ao longo dos próximos anos. O segundo volume será preenchido com os poemas de Ricardo Reis e a seguir sairá Livro do Desassossego.  Min Xuefei é a responsável pelas traduções; professora de português em Beida (a mais antiga universidade de Pequim), ouviu falar de Pessoa pela primeira vez na década de 1990, quando estudava espanhol. Entretanto, dedicou-se à língua portuguesa e estudou em Macau e em Coimbra.

>>> Brasil: Entre as cinzas de cinquenta tons há um tom cinza de esperança

Calma que explicamos o trocadilho até meio poético – é que: (1) O e-book Dom Casmurro, de Machado de Assis, da responsabilidade da editora Simplíssimo, vendeu 1200 exemplares em apenas 112 dias, tornando-se um dos 20 livros mais vendidos na loja da Apple. É um fenômeno surpreendente, considerando as versões gratuitas da obra disponíveis na internet; (2) Os miseráveis, de Victor Hugo (impulsionado talvez pelo filme), segue em segundo lugar na lista da Livraria da Folha, isso já depois de algumas semanas lidera o topo dos mais vendidos. Agora, a dúvida cruel é se daqui a 114 anos ou mesmo daqui a 151 anos, Cinquenta Tons poderá integrar topos do tipo.

>>> Brasil: Livros nas estações de ônibus em Curitiba – PR

Depois de levar bibliotecas ambulantes para as praias, agora, a novidade na capital paranaense é a construção das estações-tubo e a disponibilização de livros em terminais de ônibus. O projeto recebeu o nome de Tuboteca e é uma parceria entre a URBS, a Fundação Cultural de Curitiba e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano da cidade. Tanto na Tuboteca quanto nas estações se quer instalar prateleiras para que os usuários do transporte coletivo possam emprestar os livros de graça e até levá-los para casa. Os livros serão disponibilizados primeiramente pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e, segundo o presidente do Ippuc, Sérgio Pires, a ideia é que a população também colabore, “emprestando” ou doando livros. A Tuboteca deve começar a funcionar a partir do dia 29 de março, aniversário da cidade.


Quarta-feira, 27/02

>>> Brasil: Duas vezes Tolstói 

Aos 23 anos, o jovem aristocrata Liev Tolstói ingressa no exército e vai para o Cáucaso, depois de uma vida desregrada em Moscou. Queria estar com os cossacos, viver nas estepes. Esta experiência está na base de Os Cossacos, considerado pela crítica como um ponto de virada dentro de sua trajetória literária. Escrito entre 1851 e 1863, o romance, que antecede aos clássicos Guerra e Paz e Anna Kariênina, acaba de ganhar duas novas traduções diretas do russo: a primeira, pela Amarilys Editora, traduzida por Klara Gourianova; e a segunda, traduzida por Sonia Branco, é o primeiro título de uma nova editora, Livros de Matriz, de Aluizio Leite, que foi editor por mais de dez anos da Editora 34. Em seu romance, o jovem nobre Oliên resolve deixar a vida superficial de Moscou para conviver com a natureza e com os simples e rudes camponeses. Apesar da base autobiográfica, a narrativa ultrapassa a experiência pessoal, retratando o universo dos cossacos e explorando os temas que marcam a obra de Tolstói: a idealização amorosa e a oposição entre o ideal da natureza e a corrosão moral do mundo civilizado.

>>> Brasil: Encantações quer chamar atenção para o papel das escritoras brasileiras do século XIX

Elas romperam padrões pela escrita num período social em que à mulher estava negada ao poder da palavra. É para esse universo que olha Norma Telles, antropóloga e historiadora que lança pela Intermeios Casa de Artes e Livros. Resultado de sua tese de doutorado na PUC-SP em 1987, o trabalho volta ao contexto social e político das escritoras, analisa seus trabalhos e descreve suas vidas. Embora não esteja preocupara em fazer uma crítica literária, o foco da autora são as conexões sociais e políticas de escritoras como Júlia Lopes de Almeida (foto), seus universos e suas tensões.

>>> Brasil: Inscrições para o Prêmio Zaffari & Bourbon de Literatura

Já estão abertas até o dia 17 de junho, as inscrições para o 8ª edição do Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura. Podem participar escritores e editoras com romances publicados entre junho de 2011 e 31 de maio de 2013. A premiação é de R$ 150 mil. Confira o regulamento, no link aqui

>>> França: Morreu o Stéphane Hessel

O intelectual francês Stéphane Hessel, autor do livro Indignai-vos!, morreu na noite de terça-feira aos 95 anos, conforme informações dadas à imprensa pela mulher do escritor. Diplomata, ex-combatente da Resistência, colaborador de DeGaulle, Hessel nasceu em Berlim mas tinha nacionalidade francesa. Morreu aos 95 anos, durante a noite.


Quinta-feira, 28/02

>>> Brasil: Curso Intimismo e completude de Manuel Bandeira

A poesia de Manuel Bandeira será tema de um curso ministrado por Alcides Villaça, professor de literatura brasileira da Universidade de São Paulo (USP), no Centro Universitário Maria Antônia. Serão quatro aulas, às quintas-feiras, dias 7, 14, 21 de março e 4 de abril, das 20 às 22 horas. O curso abordará a construção da linguagem de Bandeira e interpretará a perspectiva singular adotada pelo poeta, cujas características são a simplicidade, a afetividade e a renúncia. Está programada para cada aula a leitura de alguns poemas selecionados pelo professor. As inscrições custam R$200,00. O Centro Universitário Maria Antônia USP fica na Rua Maria Antônia, 258 e 294 – Vila Buarque – São Paulo, SP; informações: (11) 3123-5200.

>>> Roma: Biblioteca do Vaticano disponibiliza na internet 256 dos seus 80 mil manuscritos.

Fechados pelo enorme aparato de segurança do Vaticano e guardados com extremo rigor no cuidado com temperatura e umidade do ar, mais de 80 mil manuscritos passam por um processo de digitalização na Biblioteca Apostólica Vaticana.  As primeiras 256 obras já estão disponíveis no site da instituição e, entre elas, há preciosidades como Variae epistolae, do ano 537, de autoria do monge calabrês Cassiodorus Senator. Para acessar, basta ir aqui.

>>> Brasil: Apocalipse dos trabalhadores, de Valter Hugo Mãe já está em pré-venda (nossa próxima promoção terá a ver com este livro)

Terceiro romance do premiado escritor português Valter Hugo Mãe, Apocalipse dos trabalhadores chega em breve pela Cosac Naify às livrarias brasileiras.  O livro conta a história de Maria da Graça e Quitéria, duas empregadas domésticas (ou “mulheres-a-dia”, como são chamadas em Portugal) que, apesar do trabalho duro e da rotina opressiva, mantêm as esperanças em uma vida melhor. O livro narra suas desventuras amorosas: Maria da Graça envolve-se com seu patrão, que considera o homem ideal; Quitéria, por sua vez, vive um romance com um jovem imigrante ucraniano. Para incrementar o orçamento mensal, as duas fazem bicos como carpideiras, e passam madrugadas velando defuntos desconhecidos. Essa experiência entre mortos e a proximidade da finitude fazem com que tenham uma relação particular com a fé e a religião. A editora já publicou outros dois títulos do autor, O filho de mil homens e A máquina de fazer espanhóis. O livro já pode ser pedido aqui.

>>> Estados Unidos: Philip Roth é o melhor escritor estadunidense

Após o anúncio de aposentadoria em novembro de 2012 a revista New York Magazine perguntou a 30 especialistas em literatura se Roth poderia ser considerado o maior romancista estadunidense vivo. 77% responderam que sim. Se tem muitos bons amigos na praça não sabemos, o fato é que a pesquisa quis saber ainda outros aspectos, tais como, qual seria o grande tema da sua obra, se ele era considerado um candidato potencial ao Prêmio Nobel de Literatura e de tantos livros escritos (27), qual seria a melhor obra sua. Sobre a última questão venceu o título O Teatro de Sabbath, com 24%. O livro, que conta a história da crise na vida de um hedonista de 64 anos, também traz à tona uma das mais frequentes críticas ao trabalho de Roth: sua personalidade misógina. Por aqui tem um infográfico detalhando a pesquisa.

>>> Macau – China: 2ª edição do evento Rota das Letras

Num território que é um lugar de cruzamento entre o Oriente e Ocidente quebra-se a distância entre duas línguas, Macau, na China, é sediada a segunda edição do Festival Rota das Letras – Festival Literário de Macau conta com mais de 30 autores lusófonos e chineses, da literatura ao cinema passando pela música e artes plásticas. O evento tem início no próximo dia 10 de março e segue por seis dias.


Sexta-feira, 01/03

>>> Estados Unidos: Benjamin Moser vai escrever biografia de Susan Sontag

O escritor biógrafo de Clarice Lispector, assinou contrato esta semana para fazer a biografia da escritora, ensaísta e crítica Susan Sontag. A proposta para o livro foi apresentada a Moser pelo filho da escritora, David Rieff, e o agente literário Andrew Wylie. Em entrevista ao jornal The New York Times, o escritor, que atualmente vive na Holanda, disse que o trabalho deve levar entre três e quatro anos para ser concluído. Sontag morreu em 2004.

>>> Portugal: Eula Pinheiro faz lançamento de seu novo livro na Fundação José Saramago

Já publicado e lançado no Brasil, o livro José Saramago: tudo provavelmente, são ficções; mas a literatura é vida, (Editora Musa Rara) terá uma sessão para os leitores portugueses. O lançamento ocorre na Casa dos Bicos, sede da fundação, em Lisboa, no próximo dia 12 de março, às 18h30. A autora planeja mais uma sessão no Brasil, ainda a ser divulgada.

>>> Brasil: Retratos para a construção do feminino na prosa de José Saramago, de Pedro Fernandes é um dos 17 títulos da Latbook Brasil Lta.

Publicado em 2012, pela Editora Appris, o livro de Pedro Fernandes, Retratos para a construção do feminino na prosa de José Saramago passou a integrar a lista Latbook Brasil Ltda; é o nono entre os 17 títulos listados como livros brasileiros em destaque no Brasil já neste ano de 2013. A lista é confeccionada pela Livraria Garcia Cambeiro, instituição que trabalha com bibliotecas há mais de 50 anos e conta com uma equipe de trinta pessoas que se reveza com o atendimento de pedidos a mais de 200 bibliotecas dos Estados Unidos e de outros países, além de fornecer Approval Plans para bibliotecas do mundo todo desde 1965. A equipe da Garcia Cambeiro está dividida entre escritórios em Buenos Aires e em São Paulo e visita, permanentemente, todas as capitais e cidades importantes, além de feiras de livros regionais e nacionais para confecção das suas listas de recomendações.

>>> Brasil: Revista serrote divulga o regulamento para inscrição no II Prêmio de Ensaísmo

O prêmio foi criado em 2012 e chega agora à sua segunda edição com o mesmo caráter da revista e quer incentivar a produção ensaística em língua portuguesa. As inscrições vão até o dia 30 de junho de 2013. O regulamento está aqui.

>>> Brasil: Paul Auster poeta e em português

Um dos lançamentos que chega às livrarias brasileiras também por esta semana é Todos os poemas, de Paul Auster,  com tradução de Caetano W. Galindo.  A obra poética de Auster data do fim da década de 1970, quando o escritor era mero desconhecido. Apesar de ser o seu primeiro trabalho, o escritor sempre considerou sua poesia como relevante para sua escrita. A edição é da Companhia das Letras.

>>> Um poema raríssimo (imagem) escrito por Charlotte Brontë deve ir a leilão em Londres

O poema foi escrito quando ainda Charlotte era adolescente. Vai a leilão pelo dia 10 de abril com estimativa de arrancar até £ 45.000. Trata-se de um poema de 16 versos. O arquivo pertence a uma coleção de mais de 260 manuscritos e retratos de poetas que estão sendo vendidos pela Oxfordshire.  O arquivo está entre os mais raros de uma lista de 260 manuscritos poéticos e retratos de poetas que estão sendo postos à venda. A peça é considerada raríssima porque é o terceiro de uma lista de três textos da escritora, sendo que os outros dois foram vendidos a mais de 40 anos e esta pode ser a última que ainda está em mãos privadas.

................................
Quem acompanha a página do Letras in.verso e re.verso no Facebook já está acostumado a todo sábado publicarmos um boletim dando contas do que circulou durante a semana aqui no blog. A nova coluna que foi inaugurada na semana passada cumprirá um propósito semelhante: o interesse é trazer o que foi notícia durante a semana na fan page para o blog. Como o boletim, a coluna sai todos os sábados.

Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Inferno provisório, de Luiz Ruffato

L’amour, de Michael Haneke

A religiosidade clandestina de Hermann Hesse

O Bovarismo como pedra de toque na obra de Lima Barreto

Rupi Kaur: poeta reconcilia o passado das mulheres indianas e transforma sua dor em tema universal

Como alguém se transforma num escritor? Dez notas sobre o primeiro livro

Entre a interdição e a plenitude: treze livros para o Orgulho Gay

Clara dos Anjos: a chaga dos anos 20

O progresso do amor, de Alice Munro

Apontamentos sobre alguns textos curtos de Tolstói