Porque a poesia é fêmea



Vamos movimentar a fan page do Letras? Com esse chamado todos os leitores e seguidores da fan page do Letras in.verso e re.verso no Facebook foram acordados para uma promoção relâmpago que quer somente duas coisas: brindar alguém com um livro e celebrar o Dia Internacional da Mulher à altura das mulheres. E, na melhor que poesia; porque a poesia é fêmea. Os que estiverem de passagem por aqui confiram o regulamento abaixo e vamos participar.

É o seguinte: hoje, de hora em hora estaremos postando o poema de uma poeta e aí os nossos amigos também podem participar desse Sarau Virtual. Veja como participar:

- Compartilhar o banner (semelhante ao da imagem) que está hospedado no topo da time line da fan page;

- Enviar via mensagem para o Letras um poema de uma poeta (o poema é analisado e publicado por nós - abrimos um álbum especial para marcar a data);

- No fim do dia, o poema mais compartilhado ganhará uma edição de Um útero é do tamanho de um punho, da poeta Angélica de Freitas, Editora Cosac Naify.

- Os poemas podem ser enviados até às 21h; obedeceremos a ordem de chegada.

- Os poemas devem vir identificados por nome da autora e a edição de onde foram copiados. Somente esses poemas seguirão para análise e publicação.

- O resultado do sorteio sairá no sábado junto com o Boletim semanal publicado na fan page e aqui no blog.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns dos melhores começos de romances

Uma entrevista inédita com Liev Tolstói

Água viva, de Clarice Lispector

Potnia, de Leonardo Chioda

Avenida Niévski, de Nikolai Gógol

A lista de leituras de Liev Tolstói

De Mário Peixoto, é preciso virar a página

A ignorância, de Milan Kundera

O romance perdido de Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #236