Boletim Letras 360º #22


Capas das duas edições de José Saramago que já estão no catálogo da Companhia das Letras para lançamento em breve.

Estamos nos organizando para, a partir de segunda-feira, disponibilizarmos mais uma promoção. Ela tem a ver com essa novidade literária que se vê na imagem de abertura deste boletim. Exatamente será uma promoção que tem a ver com um desses dois livros de José Saramago que chega enfim à sua coleção na Companhia das Letras (veja mais detalhes sobre esses livros no decorrer da postagem). Agora, enquanto, a semana não vem, vamos ver o que foi notícia em nossa página no Facebook. Já é de praxe, todos os sábados, postamos aqui o que se passou por lá a fim de permitir que o leitor que acompanha o blog não perca um só instante de nosso trabalho.

Segunda-feira, 15/07

>>> Brasil: Novidades em torno de Julio Cortázar

Já estamos sabedores dos 50 anos de O jogo da amarelinha – comentado várias vezes aqui no blog – pois anotem mais duas novidades em torno do romancista argentino: a Civilização Brasileira vai colocar no mercado uma edição comemorativa do romance de 1963, além de outros títulos já há tempos fora de circulação, como Bestiário. É aguardar. Enquanto isso a L&PM Editores solta A autoestrada do sul e outras histórias com contos do escritor argentino.

>>> Brasil: Novo livro de Ondjaki

O livro já havia sido publicado em Portugal pela Editorial Caminho e agora chega às livrarias brasileiras: Os transparentes fica sendo para nós novo livro de Ondjaki. O romance é "um painel ficcional poderoso de Angola a partir de histórias permeadas pelo afeto, pela imaginação e pelas vozes de moradores de um bairro de Luanda. A narrativa captura o leitor por meio de uma linguagem poética e bem-humorada, retratando um país dividido entre a modernidade pós-colonial e as tradições africanas. Os personagens protagonizam uma coleção de histórias vividas nos dias de hoje. São pessoas simples e extraordinárias, jovens e velhas, sofridas e esperançosas, autoridades e gente comum. São angolanos — e também estrangeiros —, habitantes de Luanda e de outras regiões, com seus hábitos e tradições, suas atribulações diárias, seus desejos e sonhos" – segundo resume a Companhia das Letras, editora responsável pela edição.

>>> Inglaterra: Ficção para a saúde psíquica

Não faz muito tempo que circulou nas redes sociais uma constatação sobre os "valores medicinais" da poesia, agora outra - diga-se - também óbvia como a primeira para os leitores assíduos de ficção: o tipo tem suas vantagens do gênero. Quem diz é a Paula Byrne, autora de The real Jane Austen: a life in small things. Ela constatou que os romances da escritora inglesa foram receitados no tratamento de vítimas de choque da Primeira Guerra Mundial e obteve grandes êxitos entre os que seguiram a receita. Segundo, a autora, numa carta escrita para o Times Literary Supplement, de 1984, o padre Martin Jarrett-Kerr revela que seu ex-tutor Brett-Smith havia sido um dos contratados por hospitais militares para aconselhar material de leitura para os feridos de guerra.

>>> Estados Unidos: Colorir o passado

Zuzahin tem sua paixão particular pelo passado e uma forma de traduzir isso é dar cores a determinados momentos que são singulares para a história e a vida dos que fazem a história. O trabalho dele é, digamos, fantástico. Zuzahin que mantém um Tumblr com uma leva de materiais do tipo e informações sobre seu trabalho. Vale uma visita.


Terça-feira, 16/07

>>> Portugal: Todo o material de pesquisa e os filmes in progress para José e Pilar pertencem agora a Fundação José Saramago

A instituição adquiriu para o seu espólio todo o material de pesquisa e brutos do filme “José e Pilar”. Para garantir as condições adequadas de conservação e permitir o acesso a pesquisadores vai entregá-lo à Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema e ficará em depósito no ANIM. Realizado por Miguel Gonçalves Mendes, José e Pilar foi filmado ao longo de quatro anos, entre 2006 e 2010, tendo sido captadas mais de 240 horas de imagens. Entre o material inédito, estão entrevistas, palestras e conferências, bem como todo o processo de ensaios e estreia do espetáculo de teatro "As Intermitências da Morte" que contou com a participação de José Saramago e do ator Gael Garcia Bernal.

>>> Brasil: I Colóquio de Literatura Cultura Anglófona

O evento é uma realização do Departamento de Letras Estrangeiras (DLE) da UERN, em parceria com o Grupo de Pesquisa em Linguística e Literatura (GPELL), o Grupo de Estudos da Tradução (GET) e o Grupo de Estudos da Performance. Celebram-se pela ocasião as efemérides do ano de 2013, trazendo para o centro das discussões autores e obras que, transbordando os limites espaciotemporais onde se inventaram, seguem turvando a ideia de fronteira, desafiando o tempo e imprimindo sentidos não apenas nas culturas anglofalantes, mas em todo o mundo. No rol datas como os 200 anos de Orgulho e preconceito, de Jane Auesten, os 50 anos de publicação de The bell jar, de Sylvia Plath, os 90 anos da morte de Katherine Mansfield, os 10 anos de conclusão da tradução da trilogia O senhor dos aneis, de J. R. R. Tolkien, para o cinema, entre outras. O evento acontece entre os dias 19 e 23 de agosto na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Campus Central, em Mossoró, RN. Todas as informações aqui.

>>> Portugal: Uma casa para Antero de Quental

A casa onde viveu durante dez anos o poeta português Antero de Quental, em Vila do Conde, será aberta ao público depois de passar uma ampla reforma. Antero mudou-se para Vila do Conde em Setembro de 1881 por questões de saúde e a conselho do seu médico. Os dez anos que viveu aí foram interrompidos apenas com pequenos intervalos das viagens aos Açores e a Lisboa. O período em Vila do Conde foi considerado pelo poeta o melhor período da sua vida: "Aqui as praias são amplas e belas, e por elas me passeio ou me estendo ao sol com a voluptuosidade que só conhecem os poetas e os lagartos adoradores da luz." - disse certa vez em carta ao amigo Jaime Batalha Reis.

>>> Brasil: Projeto de filmar Auto do frade, de João Cabral de Melo Neto sai do papel

Com a aprovação pela Lei Rouanet para o formato de distribuição gratuita, o longa-metragem planejado pela filha do poeta pernambucano está em fase de captação de recursos junto a empresas. Auto do frade é um longo poema escrito por João Cabral cujo tema são as últimas horas de vida de Frei Caneca. Antes de morrer, o poeta deixou documento concedendo os direitos sobre o texto. A carta traz comentário do autor sobre o projeto: “…parece que [a adaptação] expressará muito bem a essência da mensagem que quiz (sic) transmitir ao narrar o último dia do mártir pernambucano, tão erroneamente interpretado fora de sua região”. A obra se chamaria "Poema para vozes" (atual subtítulo), mas João Cabral não gostou (“quem vai ver um filme com um nome desses?”). Ficou O frade.

>>> Brasil: Biografia de Liev Tolstói chega às livrarias

Demorou para sair, mas enfim, vem a enorme biografia de Tolstói prometida pela Globo Livros desde 2011. Tolstói - a biografia é a tradução para Tolstoy: a russian life, de Rosamund Barlett. O catatau sai pelo selo Biblioteca Azul.


Quarta-feira, 17/07

>>> China: Xangai vai inaugurar primeiro parque temático do mundo sobre contos de Andersen 

Em 2014, ao sul da cidade chinesa. O parque ocupará oito hectares na chamada nova cidade de Jiangwan, uma zona residencial no noroeste da cidade chinesa, e terá atrações relacionadas com os contos de "A Pequena Sereia", "O Patinho Feio" e "As roupas Novas do Imperador" segundo depoimento do diretor de marketing da companhia de investimento Gujing de Xangai, Ni Dingzhang, uma das empresas que investiu no projeto. A construção do parque começou em 2005 e em 2009 foi anunciado que ia ser inaugurado ao mesmo tempo que a exposição universal de Xangai 2010, em maio do mesmo ano. Atrasos na obra fizeram os responsáveis adiar a data para 2014.

>>> Macau: Obras de três escritores brasileiros vão ser traduzidas para chinês

A iniciativa contará com a colaboração de estudantes da Universidade de Macau é proposta pelo Mestrado em Estudos da Tradução. O homem que sabia javanês, de Lima Barreto, Macário, de Álvares de Azevedo e Laranja da China, de Alcântara Machado estão entre os títulos que vão ser traduzidos. Os lançamentos devem acontecer na Festa da Lusofonia que ocorrem em outubro 2013, com exceção de Macário que talvez fique para 2014.

>>> Brasil: Curso Jorge Amado - III Colóquio de Literatura Brasileira

O evento acontece pela terceira vez sob a organização da Academia de Letras da Bahia e a Fundação Jorge Amado. O evento neste ano encerra o calendário das atividades comemorativas ao centenário do escritor e a celebração dos 80 anos do romance Cacau. O escritor Hélio Pólvora fará a conferência de abertura e até agora, já estão confirmados como palestrantes: Lilia Schwarcz (USP), Biagio D’Angelo (PUC-RS), Stella Caymmi (UFRJ), Josélia Aguiar (USP), Ordep Serra (UFBA), Antonia Herrera (UFBA), Evelina Hoisel (UFBA), Márcia Rios (UNEB), Ligia Teles (UFBA) e Rita Godet (RENNES-FRANÇA). As mesas discutirão diversos eixos temáticos em torno da obra de Jorge Amado. Paralelamente, ocorrerão sessões de comunicações, com trabalhos previamente selecionados. Os depoimentos das primeiras edições dos Colóquios foram organizados em livros. O primeiro foi lançado no evento de 2012 e o segundo será lançando dentro programação deste ano. Mais detalhes e inscrições aqui.

>>> Brasil: Os 100 anos de Vinicius de Moraes

No próximo dia 19 de outubro de 2013, celebra-se o primeiro centenário do poeta Vinícius de Moraes. Estão previstos muitos projetos para essa ocasião, incluindo livros que saem pelas editoras Cia das Letras e Nova Fronteira, dois discos pela Sony Music, um box pela Universal Music e uma exposição em Buenos Aires. A VM Cultural, responsável pelos direitos do escritor, pretende ampliar a dimensão da comemoração com a disponibilização de um selo do centenário para projetos que contribuam para democratizar a obra de Vinicius. E por aqui, já estamos em aquecimento para data.


Quinta-feira, 18/07

>>> Estados Unidos: Os livros de David Foster Wallace

O Centro Ransom adquiriu e disponibilizou um pedaço considerável do autor de Infinite Jest; a sua biblioteca com grande parte dos livros tomados de notas. A lista de obras revela um Wallace irriquieto com interesse diverso: filosofia, física, gramática, pop fiction, literatura em geral...  O catálogo com as obras de Wallace está aqui. E aqui, uma leitura acurada sobre parte do acervo.

>>> Brasil: Uma associação de amigos para Augusto dos Anjos

O poeta brasileiro conta agora com uma associação cujo interesse está na preservação patrimonial, pesquisa e divulgação da sua obra. Fundada em março deste ano, é uma entidade sem fins lucrativos que quer reunir nomes da sociedade que tenham interesse na produção literária de Augusto. Uma das iniciativas já colocadas em prática pela associação foi a realização do I Colóquio Nacional de Estudos Literários que marcou o centenário do livro "Eu", do qual nasceu o livro "Augusto dos Anjos – a heterogeneidade do EU singular". Podem associar-se pessoas físicas ou jurídicas em número ilimitado, sem distinção de cor, raça, sexo, nacionalidade, profissão, credo religioso ou político; bastando para isso contatar a Profa. Socorro Aragão, atual presidenta: socorro.aragao@terra.com.br

>>> Brasil: As muitas vozes em torno de Graciliano Ramos

A partir de hoje a organização da Festa Literária Internacional de Paraty começa a realizar a publicação de uma série de vídeos em homenagem a Graciliano Ramos. Ao todo são 12 trabalhos com depoimentos de artistas e intelectuais. Com direção de Marcelo Machado, curadoria de Fernando Fonini, os vídeos compõem um painel afetivo em torno da obra do escritor. O primeiro vídeo - Graciliano por Silviano Santiago.

>>> Estados Unidos: Aberta a temporada de premiações a Mia Couto

Depois de receber este ano o Prêmio Camões, o escritor moçambicano concorre agora com Terra Sonâmbula ao Prêmio Neustadt 2014, o mais prestigiado prêmio literário internacional dos Estados Unidos. Ao lado de Mia estão o argentino César Aira, a vietnamita Duong Thu Huong, o estadunidense Edward P. Jones, o ucraniano Ilya Kaminsky, o sul-coreano imigrado nos EUA Chang-rae Lee, o poeta das Ilhas Maurícias Edouard Maunick, o japonês Haruki Murakami e o palestiniano Ghassan Zaqtan. O Prêmio Neustadt é atribuído de dois em dois anos. Em 1992, foi atribuído ao poeta brasileiro João Cabral de Melo Neto, único laureado de língua portuguesa. Em 2012, o prêmio foi para o indiano Rohinton Mistry. Também é a primeira vez que são nomeados escritores de Moçambique, Maurícias, Palestina e Ucrânia.

>>> Brasil: A coleção Livros Artesanais da Arte e Letra terá novos títulos

Lembram das edições artesanais da Arte e Letra? Falamos sobre aqui. Então, depois de muitos pedidos e do sucesso dos primeiros três livros, a Arte e Letra comunica que mais dois títulos sairão pela coleção: Uma Questão Moral, de Cristovão Tezza e El Gordo, de Luiz Ruffato. Os livros seguirão o mesmo formato dos três anteriores, isto é, com uma tiragem limitada, numerada e assinada de 200 exemplares e serão ilustrados pelo artista Frede Tizzot.


Sexta-feira, 19/07

>>> Inglaterra: 1000 romances que você precisa ler

Vivemos num mundo de listas. E estamos - com tantas - que se seguirmos à risca é capaz de morrermos sufocados e não passar da metade delas. Pois, acresça mais a essa. O jornal The Guardian a partir de sua equipe de revisores e de um grupo de jurados e especialistas preparou uma lista de romances (sem incluir autobiografias, contos, poesia, crônicas) e sem definir linhas históricas daquilo que é indispensável a formação de um leitor.  A lista está organizada por temas - comédia, romance, drama, policial, viagens etc. Mas não finda aqui, o jornal também quer sua opinião. Apesar de divulgada em 2009, a novidade está valendo. E se sentiu de fora algum livro que considera crucial, você pode intervir na lista. É só enviar o título com uma justificativa com 150 palavras para <review@guardian.co.uk> Bom, de escritores de língua portuguesa conseguimos garimpar Machado de Assis - que aparece com dois romances, José Saramago - um romance, Eça de Queirós - um romance, e Guimarães Rosa - um romance. A lista está aqui.

>>> Estados Unidos: Um sósia para Hemingway

Na Flórida, Estados Unidos, o "Hemingway Look Alikes", um concurso  vai eleger o novo sósia do escritor Ernest Hemingway.  O evento acontece anualmente é parte das celebrações pelo aniversário do escritor, que no próximo dia 21 completaria 114 anos. O vencedor será anunciado no dia 20 de julho. O concurso que está na 33ª edição do concurso acontece em Key West, cidade mais próxima de Cuba e para onde Hemingway se mudou em 1928.  Até o dia 21, além da competição, uma série de eventos homenageiam o autor, como sessões de leitura, festas com as bebidas preferidas do escritor e outros encontros.

>>> Brasil: José Saramago, enfim, numa só casa editorial no Brasil

Levantado do chão e Memorial do convento vão ser finalmente editados no Brasil pela Companhia das Letras, cumprindo um desejo do escritor português em ver reunidos todos os seus livros numa mesma casa editorial. As duas edições em questão vieram a lume por aqui pela Bertrand Brasil. A linha gráfica destas capas é a mesma das obras anteriormente editadas. Construídas a partir de trabalhos em relevo sobre redes metálicas de Arthur Luiz Piza, estas são capas sóbrias e elegantes, obras singulares para livros que são eles próprios esplendorosos.

>>> Brasil: Quatro volumes com cartas de Padre António Vieira on-line

No site da Brasiliana USP: a coleção de cartas já conhecida possui cerca de 750 cartas, e há outras por descobrir ou editar. Imperdível a leitura acura e atenta do Prof. Alcir Pécora sobre o itinerário do acervo epistolar de Vieira. Aqui.

>>> Portugal: Está on-line a 14ª edição da revista Blimunda

De que forma pode o quarto poder pode sobreviver à encruzilhada? A Blimunda de julho tenta perceber que caminhos podem ser percorridos, através das respostas de três jornalistas que em Espanha, Portugal e Grécia fazem do jornalismo um processo sério, rigoroso e sem cedências. Um dossiê de leitura recomendada para discutir perspectivas de futuro para um dos pilares dos estados democráticos. No infantil e juvenil, uma viagem aos "Encontros" que Margarida Botelho promove em torno dos livros, da educação pela arte, com paragens em Moçambique e na Amazônia. Um testemunho da forma como estes caminhos considerados por muitos como alternativos assumem uma importância cada vez maior na construção de novos cidadãos, no pleno respeito pela diversidade cultural. A fechar, a Saramaguiana de julho centra-se em dois locais fundamentais para a vida e obra de José Saramago. Nas palavras do próprio, recuperamos os textos sobre a cidade de Lisboa que integram o livro Viagem a Portugal, no primeiro de três excertos que terão continuação em agosto e setembro. Sobre Lanzarote, o diário de viagem do jornalista Ricardo Viel, que visitou a ilha que também é de Saramago no passado mês de junho, quando se inaugurou a rotunda com o nome do Escritor. (texto da Fundação José Saramago). Para baixar aqui.

..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+


Comentários

sofia alice disse…
Esse blog é muito bom.
Estarei sempre por aqui.

Postagens mais visitadas deste blog

Uma pedra no caminho para a modernidade: o projeto drummondiano de humanizar o Brasil

Os melhores diários de escritores

A partir de quando alguém que escreve se converte num escritor?

Onze livros sobre escravidão e racismo na literatura estadunidense

Boletim Letras 360º #241

Escritos nas margens

A relevância atual de Memórias do cárcere, de Graciliano Ramos

O túmulo de Oscar Wilde

Angela Carter, a primazia de subverter

Ivan Búnin