Boletim Letras 360º #34


Rudyard Kipling, The Elephant Child, 1902. A imagem integra uma grande exposição
em Londres sobre ilustrações para livros infantis. Leia mais no Boletim.

Numa data tão leve como a de hoje, Dia das crianças, queríamos enfatizar, como um bom blog sobre literatura e adjacências que somos, da necessidade de colocar o livro na vida dos pequenos. No ano passado editamosaqui uma lista de livros bacanas para presente; toda lista do tipo é sempre válida e mais ainda se inclui títulos universais. Seguindo os termos de que todo adulto de hoje é produto da criança de ontem, temos editado desde esse mesmo dia em 2012 uma série de fotografias já perto das 100 imagens com escritores criança; isso no nosso Tumblr e vale muito uma visita. Depois dessas duas dicas, que tal lermos sobre o que se passou pela linha do tempo – essa que corre cada vez mais rápido – na nossa página no Facebook?

Segunda-feira, 07/10

>>> Estados Unidos: Estudo constata que a leitura de grandes romances pode aumentar sua inteligência emocional

Não é de hoje que pipocam notícias na web deste gênero; nem as conclusões são novas, uma vez que todo aquele que tem o hábito frequente da leitura sabe dos seus benefícios. Acompanhando os estudos divulgados outro dia na Inglaterra e que também comentamos por aqui, este, divulgado no fim da semana anterior afirma que a leitura de grandes obras literárias têm conduzido as pessoas a desenvolverem melhor suas habilidades de relacionamento social e a inteligência emocional (empatia, compreensão sobre o outro), ou seja, aquilo que nomes como o de Antonio Candido já havia previsto. Conduzido por Emanuele Castano e David Comer Kidd (pesquisadores do departamento de psicologia na New School for Social Research), o estudo foi apresentado no The New York Times, mas o texto com o andamento e resultado da pesquisa pode ser lido na íntegra na Revista Science, aqui.

>>> Brasil: Cinquenta anos da obra de Rubem Fonseca

Aos 88 anos, Rubem Fonseca lança coletânea de inéditos, Amálgama, e a Nova Fronteira prepara reedição da obra de estreia, Os prisioneiros (1963).  Na terça-feira, 02/10 o escritor fez uma aparição e apresentação no canteiro de obras do metrô na praça Antero de Quental, no Leblon, Rio de Janeiro. Conhecido por evitar todo tipo de evento literário no Brasil, ele concordou dessa vez em participar da inauguração de uma pequena biblioteca que leva seu nome, destinada aos trabalhadores da obra. Entre escavadeiras e poeira, fez um discurso enfático para os operários, com gestos teatrais, palavras de ordem (“Viva a leitura! Viva o trabalho!”), piadas sobre a aparência de sua personagem feminina mais famosa, Lucia McCartney, e citações a Platão (“Ele dizia que o homem precisa saber duas coisas: nadar e ler!”). Ovídeo está no Youtube.

>>> Brasil: Editora publica Tolstói - a fuga do paraíso, de Pável Bassinski

Publicado na Rússia em 2010, a editora Leya Brasil traz a tradução inédita do texto. No livro, o escritor e jornalista Pavel Bassinski examina os caminhos de Tolstoi nas mais diversas fases de sua vida. De “jovem malandro”, como era chamado pelos irmãos, até os tempos de oficial emérito, senhor de terras, chefe de família, escritor famoso e, finalmente, professor da natureza humana. Caminho longo e glorioso, mas também amargo. O livro chega às livrarias semanas depois de a Globo Livros ter editado Tolstói, a biografia, de Rosamund Bartlett.

>>> Espanha: Velázquez de regresso ao Museu do Prado

A exposição “Velázquez y la corte de Felipe IV” iniciada na passada semana em Madri, é mais que uma exposição, é um regresso de Velázquez à Espanha. Cinco obras do pintor sevilhano que deixaram o país há 350 anos rumo à corte austríaca estão de regresso a Madri. A mostra é formada por 30 peças e comissariada por Javier Portús. 


Terça-feira, 08/10

>>> Brasil: A tão badalada biografia de J. D. Salinger publicada mês passado nos Estados Unidos já tem editora e data de apresentação no Brasil

Sairá pela editora Intrínseca em janeiro de 2014. Escrita pelo diretor e roteirista Shane Salerno com o jornalista David Shields, o livro é um apanhado dos últimos nove anos em que passou coletando informações sobre a vida do autor para a produção de um documentário de igual nome. Esse filme é que ainda não tem previsão de estreia. Nesta semana Joca Reiners Terron disse em seu Twitter ter lido já o trabalho de Salerno e Shields e não passa de um amontoado de depoimentos com algumas fotografias inéditas de Salinger, reforçando a recepção crítica que o livro teve na primeira semana em que foi publicado nos Estados Unidos.  Comentamos sobre o andamento desse livro em três textos: “Os mistérios de Salinger por um triz”; “Salinger como ninguém nunca viu”; “Cinco títulos inéditos de J. D. Salinger”.

>>> Brasil: Fotografia e poesia na exposição , no Teatro Castro Alves, na Bahia

O registro de olhares, gestos, lágrimas, luz e sombras de uma das mais autênticas representações de fé e devoção do Brasil: a romaria de Bom Jesus da Lapa. A exposição aberta ao público desde o dia 16 de setembro reúne 30 imagens como estas mais poemas de José Inácio Vieira de Melo. A visitação gratuita e a mostra está aberta todos os dias das 12h às 18h.

>>> Inglaterra: Emma, de Jane Austen será reescrito

Lembram quando comentamos aqui, no início de 2013, do The Austen Project, projeto da editora Harper Collins que irá criar novas versões para seis romances de Jane Austen? Pois bem, Razão e sensibilidade já publicado. A tarefa foi da escritora Joanna Trollope; agora, sai o autor para Emma. Será o escocês Alexander McCall. A ideia é transportar a história da bela e inteligente Emma Woodhouse para a Inglaterra do século XXI. Na trama original, Emma é uma jovem rica e independente que decide jamais se casar, mas se diverte planejando casamentos para as pessoas que conhece. Outro título anunciado para o ano que vem é a versão de A abadia de Northanger, a ser escrita pela escocesa Val McDermid.

>>> Portugal: Pelos 15 anos de atribuição do Prêmio Nobel de Literatura a José Saramago

Para assinalar essa ocasião, a fundação que leva o nome do escritor anunciou através de sua presidenta, Pilar del Río, uma série de atividades – umas em curso, outras para breve. Dentre as novidades, novas publicações: a Caminho, editora que publica o escritor em Portugal, edita em novembro, a baixo custo, o livro infantil A maior flor do mundo, agora com ilustrações de André Letria. Edita também uma edição de luxo fac-símile e limitada a 500 exemplares do romance póstumo Claraboia, obra que será reeditada no formato simples, agora, obedecendo as regras do novo acordo ortográfico. Algumas edições que fazem contato com a obra saramaguiana serão apresentadas, entre elas, a reedição de Vontades, livro de José Santa-Bárbara que reúne telas feitas para o romance Memorial do convento.


Quarta-feira, 09/10

>>> França: Manuscritos de Foucault vão para Biblioteca Nacional da França

A BNF fechou a compra dos arquivos do pensador francês por cerca de 3,8 milhões de euros depois de um acordo firmado entre o estado francês e o companheiro de Foucault, Daniel Defert. Entre os documentos está o manuscrito Aveux de la chair (Confissões da carne, em tradução livre), o quarto tomo da "História da sexualidade", projeto que Foucault deixou inacabado ao morrer em 1984 por complicações derivadas da AIDS.

>>> Colômbia: 120 escritores em preto e branco

Trata-se de uma exposição aberta esta semana na Colômbia com uma amostra de 120 fotografias de nomes como Álvaro Mutis, Gabriel García Márquez, Héctor Abad, Faciolince, William Ospina, Darío Jaramillo... A exposição não está restrita a apenas um espaço, mas a uma dividida entre as quatro principais bibliotecas públicas de Bogotá. O trabalho é resultado de longos anos de Jorge Mario Múnera dedicados à fotografia de escritores em seu país. Cada uma das imagens expostas segue acompanhada por um texto assinado pelo autor fotografado compondo no total uma visão panorâmica acerca da abundância e diversidade de vozes que convivem na literatura colombiana.

>>> Brasil: Ciclo 100 anos Vinicius de Moraes

Aos que estão no Rio de Janeiro, uma boa pedida: começa a amanhã e se estende pelo resto do mês os encontros sobre Vinicius de Moraes, na Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Na programação, bate-papo, palestras, exibição de filmes, música. E a presença de nomes como Ferreira Gullar, Affonso Romano de Sant'anna, Antonio Cicero, Eucanaã Ferraz, entre outros. No Facebook há uma página com a programação completa do evento.

>>> França: Os manuscritos de Em Busca do Tempo Perdido tal como Proust os anotou, emendou e rasurou on-line

Aquilo que antes só podia ser visto e analisado por especialistas na seção de reservados da Biblioteca Nacional de França está agora acessível a quem navegar no site ou baixar o aplicativo Gallica. Basta ir aqui.


Quinta-feira, 10/10

>>> Canadá: Alice Munro é o Prêmio Nobel de 2013

Nascida em 1931, a escritora foi designada como uma das maiores contistas da atualidade, gênero em se especializou; Munro nunca publicou um romance. Foi por três vezes vencedora do prêmio de ficção literária "Governor General's Literary Awards", do seu país. Em 1998 foi premiada pelo National Book Critics Circle dos Estados Unidos. No Brasil a escritora é editada pela Companhia das Letras, com destaque para títulos como Fugitiva, Felicidade demais e O amor de uma boa mulher, título mais recente, editado já este ano. Pela Globo Livros saiu por aqui também Ódio, amizade, namoro,amor, casamento, em 2004. Muito recentemente, Munro anunciou em entrevista ao jornal National Post que decidiu parar de escrever para poder se dedicar à família e ter uma rotina "normal". Falamos sobre isso num de nossos boletins.

>>> Brasil: Chega às livrarias o primeiro título de Mia Couto

Publicado pela primeira vez em 1986, Vozes anoitecidas projetou o escritor moçambicano Mia Couto para o mundo. Conhecido até então por seu trabalho como jornalista e poeta, o autor — hoje tido como um dos mais influentes escritores da língua portuguesa — lançou aqui as bases daquela que viria a ser uma das principais características de sua obra ficcional: a reconstrução de laços entre registro oral e escrito. A antologia se compõe de doze pequenos contos que dão vida a um rol de personagens esfarrapados e alheios ao palco principal dos acontecimentos narra, de seu ponto de vista marginal, histórias que flertam com o mágico e com o absurdo sem, no entanto, desviar-se completamente do plano factual. A edição é da Companhia das Letras e deve chegar às livrarias entre a segunda e a terceira semana de outubro.

>>> Brasil: GNT fará série com base em crônicas de Luis Fernando Verissimo

As crônicas escritas pelo escritor gaúcho servirão de base para a nova série do GNT, em parceria com a Conspiração Filmes. Chamada Amor Veríssimo, a série terá com 13 episódios contando histórias de amor em diferentes idades e situações. As gravações já se iniciaram. Além da parte ficcional, haverá espaço para depoimentos de casais baseados em histórias reais, sempre de acordo com o assunto tratado no episódio. A direção do seriado está a cargo de Arthur Fontes. A previsão é que a estreia ocorra em janeiro do ano que vem.

>>> Ilustrações para clássicos infantis

Desde a primeira semana do mês de outubro que a British Library em Londres abriu a exposição "Picture This: Children’s Illustrated Classics". A mostra reúne ilustrações originais de 10 clássicos da literatura infantil do século XX, como este assinado por Rudyard Kipling para "The Elephant Child", em 1902 (imagem de abertura do post). A mostra vai até 26 de janeiro de 2014. Por falar nisso, que tal uma visita aos catálogos queproduzimos com os principais ilustradores/ilustrações para "Alice no paísdas maravilhas", de Lewis Carroll?


Sexta-feira, 11/10

>>> Brasil: Chega às livrarias a edição Trabalhadores do mar, de Victor Hugo

Depois de Os miseráveis, a Cosac Naify prepara outra edição do romancista francês. Traduzido por Machado de Assis, o livro conta a história de Gilliat, um jovem trabalhador rejeitado pela comunidade onde vive que se apaixona por Déruchette, a bela sobrinha do armador Lethierry. Para conquistar a jovem, Gilliat enfrenta uma batalha com a natureza para recuperar o motor do navio naufragado de Lethierry, um vapor, grande invenção da época. A ilha de Guernesey, onde a trama se passa e onde Victor Hugo viveu num exílio auto infligido, serve de palco mundano para um drama de questões profundas. O livro inclui capítulos não publicados na primeira edição brasileira, traduzidos pela poeta Marília Garcia, e ilustrações feitas pelo próprio Victor Hugo.

>>> Brasil: Foi anunciado os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2013

Promovido pelo Governo do Estado de São Paulo, agora estão 10 escritores concorrendo ao prêmio de R$ 200 mil da categoria Melhor Livro do Ano e outros 10 na categoria Melhor Livro do Ano de Autor Estreante. Entre eles, nomes como Daniel Galera, com Barba ensopada de sangue, José Luiz Passos, com O sonâmbulo amador, Miguel Sanches Neto, A máquina de madeira, Ricardo Lísias com O céu dos suicidas e Zuenir Ventura, Sagrada família. Confira o restante dos nomes selecionados aqui.

>>> Brasil: Romance de Daniel Galera será adaptado para o cinema

Roberto Gervitz, diretor de títulos como Feliz ano velho e Jogo subterrâneo é quem está à frente da ideia: adaptar Mãos de cavalo, romance publicado em 2006, pela Companhia das Letras. As filmagens serão feitas em Porto Alegre e em Farroupilha, na serra gaúcha, entre abril e maio de 2014.

>>> Estados Unidos Carta de de Mark Twain com intenções de noivado vai a leilão

Será no próximo dia 16 de outubro de 2013, pela Bonham's-Los Angeles. As três páginas manuscritas em frente e verso e com assinatura do escritor data de 05 de fevereiro de 1869. Estima-se que alcance valores entre US$ 15.000 e US$ 25.000. O Blog Booktryst apresenta a transcrição integral do texto.


..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinco livros para conhecer a obra de William Faulkner

Os melhores diários de escritores

Essa estranha instituição chamada literatura: uma conversa com Jacques Derrida

Lolita, amor e perversão

O conto da aia, o pesadelo de ser mulher numa teocracia

Os ventos (e outros contos), de Eudora Welty

O primeiro conto de Ernest Hemingway

Há muitos Faulkner

Kazuo Ishiguro, Prêmio Nobel de Literatura 2017

Boletim Letras 360º #239