Um novo ficcionista potiguar: A hora e a vez de Damião Gomes

Por Thiago Gonzaga



"Interessa-me o futuro
pois é o lugar onde vou passar o resto da minha vida."

Woody Allen.


Existem livros que tem valor artístico literário, outros que tem importância cientifica e/ou filosófica. A obra O Futurista do escritor estreante Damião Gomes faz uma junção destas vertentes, ao associar a sua narrativa ficcional uma visão espiritualista em um drama com preocupação ética e estético-literária, que nos deixam verdadeiros ensinamentos filosóficos e existenciais.

O livro relata o desejo obsessivo de Tom, um menino nordestino de família humilde, simples, teimoso e evidentemente curioso, que sonha a todo custo conhecer e saber da sua vida no futuro. Depois de muitos questionamentos e indagações com os familiares e mais próximos, Tom, elabora um plano para se aproximar do criador da vida, ou seja, o próprio Deus. 

Dessa forma, ele esclarece todas as dúvidas que tem sobre a sua existência. Posterior ao embate com o criador do universo, todos os mistérios da sua vida no futuro lhe são despontados. Contudo, o destino de Tom é completamente alterado e uma nova missão é imposta a ele. Toda a vida dele irá mudar após a conversa com Deus, e assim Tom é obrigado a sair da casa de seus pais para viver uma nova existência em prol do bem da humanidade.

O Futurista nos convida para uma boa leitura ficcional e a pensar sobre os aspectos transcendentais da condição humana. Este é sem dúvida, o grande mérito, que não se limita apenas ao plano estético da obra, mas se acentua, sobretudo, no plano metafisico do universo literário.

***

Thiago Gonzaga é colunista no Letras in.verso e re.verso. Nasceu em Natal, é graduado em Letras e especialista em Literatura Potiguar pela UFRN. Autor dos livros Nei Leandro de Castro 50: anos de atividades literárias e Literatura Etc. Conversas com Manoel Onofre Jr. Dentre os vários trabalhos inéditos que possui destacam-se Novos Contistas Potiguares e Personalidades Literárias do RN. Como pesquisador da literatura do estado criou o Blog 101 livros do RN (que você precisa ler), com interesse por autores e livros locais sob diversos aspectos.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns dos melhores começos de romances

Uma entrevista inédita com Liev Tolstói

Água viva, de Clarice Lispector

Potnia, de Leonardo Chioda

Avenida Niévski, de Nikolai Gógol

A lista de leituras de Liev Tolstói

De Mário Peixoto, é preciso virar a página

A ignorância, de Milan Kundera

O romance perdido de Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #236