Postagens

Mostrando postagens de Abril 24, 2013

O mestre, de Paul Thomas Anderson

Imagem
Por Pedro Fernandes



Tive de revisar reiteradamente uma opinião que se formava enquanto eu via O mestre: não é este um filme injustiçado tal e qual andaram pintando certos lances da crítica cinematográfica. Ou mesmo alimentando uma pergunta: o que tem nesse filme que faz dele um trabalho quase esquecido no âmbito da Academia de Cinema? Dos três prêmios que concorria no Oscar 2013 – Melhor Ator, Ator Coadjuvante, e Atriz Coadjuvante – o filme de Paul Thomas Anderson não levou nenhum. O fato é que minha opinião não se altera diante da pergunta e da constatação dos não prêmios. Não houve injustiças. Pelo menos na minha reduzida visão. Isso não quer dizer que o filme se perca ou não seja coisa de se dar atenção.
Do contrário. Trata-se de um rico trabalho que merece – a quem tiver oportunidade – uma revisão; há determinadas nuances que passam despercebidas a uma primeira visão. O contexto da narrativa é  o surgimento num Estados Unidos de indivíduos solapados pela guerra de uma seita que r…