Postagens

Mostrando postagens de Julho 15, 2013

Ruy Belo

Imagem
Enfim, o Brasil terá contato em definitivo com a obra de um dos expoentes da poesia contemporânea portuguesa. Já anunciamos – tem suas semanas – que a obra de Ruy Belo passa a ser editada em terras tupiniquim. De fato, alguns dos primeiros títulos já estão nas prateleiras das livrarias. Agora, a pergunta que há de rondar os que não conhecem a obra ou pouco a conhece é, quem de fato é este português. E qual sua dimensão literária.
***
Bom, em termos de extensão, sua obra segue o fôlego dos escritores portugueses. Apesar de ter morrido precocemente: em 1978, quando só tinha 45 anos, deixou grande leva de livros de poesia e crítica. Deste último gênero, grande parte está compilado na antologia de textos Na senda da poesia; gênero, aliás, lido pela crítica como uma atividade de esclarecimento do ofício poético, na esteira do que fizeram Ezra Pound, T. S. Eliot, entre outros. O trabalho de Belo, nessa seara não finda, entretanto, nessa fronteira. Há uma necessidade igualmente poética – p…