Postagens

Mostrando postagens de Agosto 12, 2013

Aluísio Barros e seu "Dos amores que beiram os meus caminhos e outros poemas"

Imagem
Tem alguns anos que Aluísio Barros não aparece na cena literária potiguar; ao menos com algum livro como este Dos amores que beiram os meus caminhos e outros poemas. Não quer dizer, portanto, que ele não tenha estado em permanente atuação, entre um poema disperso aqui, um texto em prosa ali, dos gêneros mais variados, conto, texto acadêmico. Jornalista sem diploma, como se admite, o escritor, já reconhecido na cena potiguar por nomes como Tarcísio Gurgel que, no seu estudo introdutório à literatura do Rio Grande do Norte, não se esquece de mencioná-lo entre os nomes da nova geração, o interstício é justificado por várias vias. Uma delas é que Aluísio também é professor de Literatura e durante os últimos anos dedicou-se a um mestrado acadêmico com enfoque na obra do escritor moçambicano Mia Couto. Outra, é que toda obra literária, e ele tem consciência disso, exige tempo e maturação. Ainda mais quando o lugar textual em que se experimenta, contrariando as expectativas do senso comum, …