Postagens

Mostrando postagens de Outubro 15, 2013

Construções do feminino na poesia inicial de Vinicius de Moraes*

Imagem
Por Denise Akemi Hibarino


Considerações iniciais
Ao situar Vinicius de Moraes no cenário da literatura brasileira, vemos um poeta que se destacou pelos sonetos à mulher amada, pelo seu trabalho como cronista e dramaturgo (HIBARINO, 2004). Sua vida e seus amores tiveram uma dimensão quase igual ou maior do que o alcance de sua obra. Desta forma, a imagem que se faz de Vinicius é a do homem apaixonado que se casou nove vezes, teve inúmeras amantes e fez de todas as mulheres sua inspiração poética.
Consequentemente, escrever sobre Vinicius sem mencionar a importância da mulher é desconsiderar a força que o movia, tanto em sua vida, quanto em sua obra. Tal fato faz com que a crítica literária e os leitores criassem o mito do poeta eternamente apaixonado, confundindo vida com obra literária. 
José Castello (1999), em extensa biografia sobre Vinicius, afirma que o poeta “viveu – e escreveu – para romper a fronteira ilusória que separa vida da imaginação.” (CASTELLO, 1999, p.11). De fato, as fr…