Boletim Letras 360º #71

Esta é Jane Austen, uma reprodução da artista Melissa Dring. Mais detalhes ao longo deste Boletim.


Hoje colocamos ponto final em dois acontecimentos que marcaram o blog desde o dia 12 de junho, data de abertura da Copa do Mundo 2014: uma perquirição pelo território da literatura brasileira e estrangeira mais como muita comunicação com os leitores nacionais sobre o tema do futebol, este que moveu todo um mundo durante esses trinta dias. Como anunciamos, primeiro em nossa comunidade no Google+, depois no Facebook, ainda teremos mais, um último suspiro que seja. Aguardem por aqui que essa novidade logo chegará. A outra novidade é a promoção que sorteia cinco kits de livros aos que dela participaram. Também batizada de Gol de Letra, não teve lá a repercussão que outras por aqui já tiveram, mas aconteceu. Enfim, deixemos de conversa e visitemos o que se passou em nossa página no Facebook, essa sim, sempre movimentada.

Segunda-feira, 07/07

 >>> Inglaterra: Rei Lear, de William Shakespeare "encenado" por ovelhas

Ou pelo menos tentado. A peça foi realizada no Galpão DIG no dia 14 de junho, em Londres. Compreensivelmente, a encenação não é uma adaptação direta do Shakespeare original e centra-se nos esforços de um diretor teimoso para persuadir seu elenco de ovelhas para realizar o Rei Lear. Como seria de esperar, elas permanecem em silêncio. E o diretor interpreta isso como motim e vem a odiar sua trupe; sua falta de vontade para realizar os papéis que ele espera dela leva-o a um colapso nervoso, e sua queda reflete a queda do próprio Lear. King Lear with Sheep é uma re-avaliação experimental que subverte convenções teatrais.

>>> Brasil: James Joyce infantil

Já dois títulos do gênero escrito pelo autor de Ulysses foram editados no Brasil: O gato e o diabo e Os gatos de Copenhague. Agora, a Editora Iluminuras apresenta mais um: Os três macaqueiros de Zurique, um conto escrito por Joyce para o neto como forma de dizer de sua visita ao zoológico. A tradução é de Dirce Waltrick do Amarante, quem também verteu os outros dois títulos. 

>>> Inglaterra: Uma coleção de cartas inéditas de Samuel Beckett vai a leilão

Avaliado em 360 mil Euros, a coleção com 347 cartas e cartões postais escritos pelo dramaturgo vai a venda com lances entre 100 a 150 mil Euros. A correspondência, em francês, foi escrita por Beckett para seus amigos Henri e Josette Hayden, que eram pintores. As cartas são inéditas, embora tenham sido já manuseadas por James Knowlson para a escrita de sua aclamada biografia publicada em 1996, Damned to Fame: The Life of Samuel Beckett. A casa de leilões Sotheby descreveu o arquivo como "a série mais extensa e importante de cartas de Beckett a ser oferecida em leilão".


Terça-feira, 08/07

>>> Brasil: Avalanche Millôr Fernandes 

Já sabemos que o nome é do homenageado da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). E além de ser tema em muitas mesas do evento, várias editoras se revezam em trazer a lume títulos do escritor. A Companhia das Letras, por exemplo, publica quatro títulos, alguns esgotados há décadas: Tempo e contratempo, Essa cara não me é estranha e outros poemas, The cow went to the swamp e Esta é a verdadeira história do Paraíso; a L&PM Editores cf. sondamos aqui reeditou A Bíblia do Caos, súmula de suas frases lapidares, e resgata peças como O homem do princípio ao fim e Kaos, entre outros volumes; a Editora Nova Fronteira lançará a coletânea inédita Guia politicamente correto Millôr da história do Brasil e mais dois títulos; a Cosac Naify publica sua tradução de A ovelha negra e outras fábulas, do hondurenho Augusto Monterroso; e o Instituto Moreira Salles, que abriga o acervo gráfico do autor, hoje com cerca de 9 mil itens, lança Millôr 100 + 100: desenhos e frases, com cartuns escolhidos por Loredano e máximas selecionadas por Sérgio Augusto.

>>> Venezuela: Recuperada obra de Henri Matisse

Odalisca de calça vermelha é uma das obras mais conhecidas do artista francês; avaliada em mais de US$ 3mi, a obra regressa ao Museu de Arte Contemporânea de Caracas, de onde foi roubada há quase três décadas sem que até hoje se tenha um relato oficial que explique como se deu isso. Apenas em 2012, o FBI prendeu num hotel em Miami duas pessoas que tentavam negociar o quadro nos Estados Unidos – um cubano e uma mexicana. Antes, em 2009, a jornalista Marianela Balbi publicou uma obra sobre o caso. El rapto de la Odalisca associa o roubou aos fins de 1999 em meio ao desmanche do governo Vargas e a subida ao poder de Hugo Chávez.


Quarta-feira, 09/07

>>> Brasil: Kafka sorri

O romance biográfico Die Herrlichkeit des Lebens (A grandeza da vida, em tradução livre), do escritor e jornalista alemão Michael Kumpfmüller, que sairá no Brasil no primeiro semestre de 2015 pela L&PM Editores (com tradução de Petê Rissatti), conta a história dos últimos onze meses da vida de Kafka, período em que viveu com Dora Diamant, em Berlim, e no balneário Graal Müritz, no Mar Báltico. Apesar da doença que já o debilitava, da escassez de dinheiro e da hiperinflação que atingia a Alemanha na virada dos anos 1923 e 1924, o escritor fazia planos de emigrar com Dora para a Palestina e abrir um restaurante. Segundo Kumpfmüller, ele era extrovertido, comunicativo, brincalhão e otimista. Esta imagem é conhecida dos estudiosos porque está no próprio diário do escritor tcheco e já foi dissecada por alguns biógrafos, como o britânico James Hawes no livro Excavating Kafka, de 2008. Mesmo assim, são poucos os que a abordam de forma aberta e clara.

>>> Portugal: A edição da revista Blimunda em papel está on-line

No mês de junho foi impressa uma edição da revista da Fundação José Saramago a título de assinalar a passagem dos dois anos de existência do periódico. Aos que não têm acesso à edição impressa podem ler a revista no formato tradicional. A edição especial recupera textos publicados desde o seu início sobre nomes como Julio Cortázar, Carlos Fuentes, Gabriel García Márquez, Jorge Amado, Clarice Lispector traz um artigo inédito.  Para ler a edição basta acessar aqui. A edição impressa pode ser adquirida na loja virtual da Fundação.

>>> Inglaterra: A verdadeira face de Jane Austen

Melissa Dring levou três anos para criar a nova figura de cera de Jane Austen (imagem). Baseada no retrato feito pela irmã dela e em descrições de pessoas que viveram próximas à escritora, Dring diz ter chegado o mais próximo possível de como era a autora de Orgulho e Preconceito. A notícia foi divulgada nesta quarta-feira, 9 de julho, pelo jornal britânico The Guardian. Em novembro de 2013 fizemos um post sobre a intriga em torno do rosto da escritora.


Quinta-feira, 10/07

>>> Brasil: Samuel Beckett inédito nas livrarias em setembro

Desde a descoberta de "Echo's Bones" que vimos acompanhando o interesse no mercado editorial em torno da obra. Escrito para integrar a antologia More Pricks Than Kicks, editada pela Chatto & Windus em 1933,o conto fora, então rejeitado pelos editores. Oito décadas depois, a Grove, editora que publica a obra de Beckett nos Estados Unidos traz a lume texto que recebeu uma edição com prefácio, introdução, notas, fac-símile do texto original, uma seleção de cartas trocadas entre Prentice e Beckett, uma bibliografia e 57 páginas de anotações do editor do livro, Mark Nixon. Traduzida por "Ossos do eco", por Caetano Galindo, a Globo Livros fará lançamento do título em setembro.

>>> Índia: A gênese de George Orwell

Um bangalô de três cômodos em Motihari, na Índia, onde George Orwell nasceu em 1903 está sendo restaurado e vai se tornar um museu para celebrar a vida e a obra do escritor britânico, segundo o jornal The Times of India. Desde 2010, quando a casa foi declarada um local a ser conservado, que esta reforma vem sendo discutida e agora o governo do estado de Bihar tomou a frente e espera transformar o lugar num ponto turístico. Motihari fica no nordeste da Índia, perto da fronteira com o Nepal. Orwell, batizado como Eric Arthur Blair, nasceu lá enquanto seu pai, Richard Blair, trabalhava em Bihar como funcionário público supervisionando a exportação de ópio para a China. Ainda não se sabe o que será exibido no museu. Richard Blair, filho de Orwell, se declarou favorável ao projeto e pretende ajudar. A maior coleção de material do escritor — com manuscritos, correspondências, gravações de áudio, fotografias e diários — está no George Orwell Archive, na University College, em Londres.


Sexta-feira, 11/07

>>> Brasil: Está confirmada a 5ª edição do Festival Literário da Pipa (Flipipa)

O evento não teve realização em 2013 devido a falta de recursos, mas neste ano retorna com uma programação já agora em agosto. Conforme divulgado pelo jornal Tribuna do Norte, o evento se concentra entre os dias 07 e 09 de agosto. Entre os nomes que circulam durante o evento Ariano Suassuna, José Miguel Wisnik, Rodrigo Lacerda, Mário Magalhães, Jorge Mautner, José Carlos Capinan e Gereba Santos. A lista pode ainda ser ampliada entre Maitê Proença, Fernanda Torres ou Marcos Palmeira que foi protagonista do filme O Homem que desafiou o Diabo, adaptação para as telas do livro As pelejas de Ojuara, do potiguar Nei Leandro de Castro.

>>> Estados Unidos: Literatura e gastronomia

As relações não são de um tanto estranhas; afinal, os seres da ficção também, em grande parte, têm necessidade de se alimentar. Lembrem-se das cenas em que o Sancho Pança – e não são poucas no Dom Quixote – se deleita com pão e cebola, fora as refeições gordas que ele mais o cavaleiro da triste figura são dados a provar. O romance de Cervantes é dado ao paladar. Mas, não apenas Cervantes, há comida por toda parte e de toda sorte, na literatura. Dinah Fried percebeu tão bem isso que publicou Fictitious dishes (Pratos fictícios, em tradução livre), um álbum com criações fotográficas de alguns dos banquetes mais conhecidos da literatura. Ela capturou a atmosfera dos romances e das palavras do escritor perfeitamente, focalizando cuidadosamente em cada detalhe, desde a forma da louça ao padrão na toalha de mesa. No Tumblr deixamos uma galeria desses pratos.

>>> Brasil: A trilogia do pós-guerra, de Samuel Beckett é reeditada

Malone está em um quarto, não sabe bem como e nem porque chegou ali, lembra-se vagamente de sua própria vida e tem apenas uma certeza, a de que vai morrer. Enquanto espera, protela este único acontecimento contando as histórias “nem bonitas nem feias” das famílias Saposcat e Louis, de Macmann e Moll. Escrito em Paris no final dos anos 1940, Malone morre forma com Molloy e O inominável a famosa “trilogia do pós-guerra”. Todos três livros recebem reedição pelo selo Biblioteca Azul, da Globo Livros.

>>> Portugal: Um documentário sobre o poeta Ruy Belo 

É um filme que desenha com elegância o percurso de um poeta “atípico” falecido demasiado cedo (em 1978, aos 45 anos de idade), um “católico progressista” que ingressou na Opus Dei e começou por se doutorar em Direito Canônico antes de “guinar” para a literatura - assim apresenta o jornal português Público o documentário Ruy Belo, Era uma vez, de Nuno Costa Santos e Fernando Centeio. O filme que teve estreia esta semana em Portugal tem depoimentos de Teresa Belo (viúva do escritor), Alice Vieira, Leonor Xavier, Medeiros Ferreira, António Feijó, Fernando Pinto do Amaral, António Saraiva Dias, Luís Miguel Cintra que recordam as suas vivências com o escritor. Além da recitação de poemas por nomes como Chico Buarque, Cintra e Ana Maria Teodósio. Veja trailer aqui.

>>> Chile: Uma figura holográfica do poeta chileno Pablo Neruda percorreu as ruas de Santiago, da mesma forma como ele fazia em vida.

A iniciativa faz parte das celebrações dos 110 anos do ganhador do Prêmio Nobel de Literatura. Com a técnica de projeção em movimento denominada "beamvertising", o holograma do autor de Canto Geral saiu da casa museu "La Chascona", no bairro de Bellavista, após aparecer escrevendo. Neruda percorreu o bairro, seguiu até a alameda Bernardo O'Higgins, passou pela Biblioteca Nacional e chegou até a Casa Central da Universidade de Chile, onde está guardada sua coleção de conchas e sua biblioteca pessoal, que doou a essa casa de estudos em 1954, ao completar 50 anos. No local, o poeta "se encontrou" com Darío Ouses, diretor da Biblioteca Pablo Neruda, que contou detalhes da descoberta e próxima publicação de 20 poemas inéditos do autor. Depois, o poeta "voltou" para sua casa, onde chegou, aproximadamente, quatro horas após sua saída. Aqui, um poema inédito desta leva de 20 poemas inéditos recém-entrados do poeta.


..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+Instagram


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A atualidade da tragédia grega

É urgente redescobrir a poesia de Hilda Hilst

Ernesto Sabato, algum testamento

Dezesseis obras imprescindíveis ganhadoras do Prêmio Pulitzer

Boletim Letras 360º #216

Em teu ventre, de José Luís Peixoto

Café Society, de Woody Allen

A genial arte de escrever em pé

A violência como produto humano

Mães de tinta e papel: onze livros