Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 16, 2014

Álbum de família, de John Wells

Imagem
Álbum de família. Os termos assim dispostos levam, pela circunstância do escrito, a outra obra conhecida de parte dos brasileiros, escrita por Nelson Rodrigues, o mestre se não na compreensão, na construção pela vida da literatura daquilo que há de mais escondido no desejo humano. As semelhanças, entretanto, param aí na nomeação das obras; ao menos, a perversão sexual não está de um todo explícita como na obra lembrada. O que não significa dizer que ela aí não esteja. Paira nas muitas das situações que chegam à superfície da narrativa – como é caso na relação entre cunhados, na relação entre irmãos advinda desta relação e no envolvimento de um cara mais velho com sua própria sobrinha, relações sobre as quais não devemos destrinçar mais adiante para não transformar este texto num minério de spoilers.
O que vigora, entretanto, de uma ponta a outra da trama é apenas uma única coisa: uma certa amargura, produto de primeira de um conjunto de relações complexas e sustentadas pelo fio tênue…