Postagens

Mostrando postagens de Abril 18, 2014

A lamentável leveza da morte

Imagem
Por Rafael Kafka

Lembro-me de um professor meu, em meus tempos de cursinho, no Centro Federal de Educação e Tecnologia do Pará (CEFET/PA) em 2007, apresentando para mim um livro de título bem singelo: Memórias de minhas putas tristes. Lembro igualmente de outro professor, no mesmo recinto, dizendo que não entendia como aquele autor conseguira ganhar o Prêmio Nobel de literatura. Eu levaria sete anos para comprar o livro e deixá-lo me esperando na prateleira improvisada de meus livros. Levaria um pouco menos, seis anos, para comprar o maior clássico de Gabriel García Márquez, Cem anos de solidão, que seria dele a primeira leitura feita por mim.
No excelente prefácio de Eric Nepomuceno, uma cena a qual eu adoraria ter vivido: a do jovem tradutor encontrando o seu mestre e criando uma rara e profunda relação de amizade com o mítico escritor. Há também uma breve introdução mostrando como Gabo passou por maus bocados para conseguir produzir sua obra prima e viver todos os dias restantes de…