Postagens

Mostrando postagens de Agosto 4, 2014

Os passos em volta, de Herberto Hélder

Imagem
Por Pedro Belo Clara



Nascido em 1930, na ilha da Madeira, Herberto Hélder é muito provavelmente uma das mais enigmáticas figuras da literatura portuguesa contemporânea, estando, sob o ângulo de alguns pontos de vista, envolta numa certa aura de misticismo. Para tal, em muito contribuem as constantes reservas do autor em comparecer em eventos públicos ou conceder entrevistas. Em 1994, por exemplo, foi-lhe outorgado o Prémio Pessoa, honraria essa que de pronto recusou. Por tudo isto, e certamente muito mais, Herberto Hélder é tido como uma figura de cariz declaradamente misantropo. No entanto, é dos mais originais, hábeis e competentes artífices da palavra que Portugal pode actualmente orgulhar-se de “ter”.
A obra em questão, um conjunto de contos que são transversais a uma só personagem (muito facilmente plasmada no próprio autor) e às suas deambulações por diversas cidades e quotidianos rotineiros, foi pela primeira vez publicada em 1963 e muito justamente é considerada, dentro do gén…