Boletim Letras 360º #110


Esta semana abriu-se vestida de negro. O universo literário sofreu duas perdas irreparáveis: primeiro, soubemos, tão logo começou a segunda-feira, 13, da morte do Prêmio Nobel de Literatura em 1999 Günter Grass; poucos minutos depois, chegava do Uruguai a notícia da morte de Eduardo Galeano. E são essas duas notícias marcantes que abrem o Boletim Letras 360º da semana. Em memória dos escritores dedicamos de relembrar como assinalamos esse dia de luto. Já à beira do fim de semana notificamos mais um leitor do Letras que foi agraciado com os títulos sorteados na nossa mais recente promoção: leva um Kit “Dois irmãos”, a HQ e o romance.



Segunda-feira, 13/04

>>> Alemanha: Morreu Günter Grass
O escritor alemão Günter Grass, Prêmio Nobel de Literatura em 1999 e autor de obras como O tambor (1959) e A ratazana (1986), morreu aos 87 anos: anunciou sua editora no Twitter. 

>>> Uruguai: Morreu Eduardo Galeano
O escritor uruguaio morreu em Montevidéu, aos 74 anos, vítima de um câncer de pulmão. Referência do pensamento sobre a América Latina, o livro mais conhecido de Galeano, dentre tantas obras, é As veias abertas da América Latina, publicado em 1971.

Terça-feira, 14/04

>>> Brasil: Mal-entendido em Moscou, novela de Simone de Beauvoir

Escrita em 1965 e que deveria integrar a coletânea "A mulher Desiludida", mas foi substituída por ela por A idade da discrição ganha tradução é publicada em maio pela Record. O livro narra a crise conjugal e de identidade vivida por um casal de professores aposentados em viagem a Moscou.

>>> Brasil: Um livro sobre gays e uma polêmica sem nexo nas redes sociais

Bastou a nota da coluna Babel sobre livro juvenil sobre gays ser levada para o Facebook para levantar um celeuma entre os leitores. This book is gay (Este livro é gay) será publicado pela WMF Martins Fontes. O livro festejado na Inglaterra rendeu ao autor, James Dawson, o título de “Queen of the teen” (, por tratar de assuntos LGBT na literatura juvenil. Mas, por aqui, ainda terá o que falar; a infinidade de comentários atestam toda a baba do ódio e do preconceito. Alexandre Martins Fontes, diretor da WMF Martins Fontes, disse ter se surpreendido com a repercussão da nota e, por conta disso, decidiu antecipar o lançamento do livro. Antes previsto para 2016, o livro sairá ainda em 2015. "É deprimente ver como boa parte da população brasileira ainda reage a esse tema. Eu nunca tive dúvidas em relação a esse livro, mas esse incidente me fez ter mais certeza de que foi uma boa escolha", disse ao PublishNews. Para Martins Fontes, a reação das pessoas demonstra que são pessoas despreparadas e mal educadas. "É essa a realidade que um menino ou uma menina gay enfrenta. É para se levar muito a sério essa questão", completou. A obra com o tema não é de um todo novidade para os leitores: outros livros já circulam no mercado e o selo Gutenberg, da Autêntica, prepara para 2015 o lançamento do romance Ask the passangers (ainda sem título em português), de A. S. King, que conta a história de uma menina que se descobre gay. Para Alessandra Ruiz, diretora editorial da Gutenberg, a presença de livro com essa temática se faz muito relevante nas prateleiras das livrarias no Brasil. A previsão é que o livro da Gutenberg saia em junho deste ano.

Quarta-feira, 15/02

>>> Brasil: Uma edição fac-similar de Eu, de Augusto dos Anjos
Já havíamos anunciado aqui sobre o livro. Agora noticiamos aos leitores que a edição feita pela Biblioteca Mário de Andrade já está disponível aos leitores. Trata-se de uma forma de comemorar o centenário da obra cuja passagem marcou-se em 2012. A edição reproduz o conteúdo e forma originais da edição preparada e custeada pelo próprio autor em conjunto com seu irmão, Odilon dos Anjos.

>>> Brasil: Um novo projeto gráfico e títulos mais acessíveis

É a aposta da editora Cosac Naify sobre um dos trunfos da editora: a coleção Prosa do Mundo, desde então anunciada como "A Nova Prosa do Mundo". A coleção reúne o melhor da literatura ocidental em edições definitivas. Traduções diretas dos originais, com preciosos textos complementares de autores como Roland Barthes, Julio Cortázar e Tarsila do Amaral. Os livros formam uma biblioteca essencial para leitores ávidos por literatura e apreciadores de belas edições. A Nova Prosa do Mundo tem preços reduzidos e novíssimo projeto gráfico e boa parte dos títulos já estão nas livrarias. 

Quinta-feira, 16/04

>>> Brasil: A poesia de Ademir Assunção na editora Patuá

A estreia do poeta no catálogo de uma das editoras independentes mais concorridas no Brasil foi com o livro LSD Nô que ganhou uma edição comemorativa de 20 anos em parceria com o Selo Demônio Negro em 2014. Para a partir de junho estão previstos Pig Brother, um poema de quase cem páginas que se desenvolve sobre um cenário urbano caótico, e mínima mímica, com poemas curtos a partir de experiências com o zen-budismo e viagens pelo Brasil. Escritos nos últimos anos (ou décadas, no caso de mínima mímica), são os primeiros livros de Assunção desde que venceu, em 2013, o Jabuti por A voz do ventríloquo (publicado pela Edith).

>>> Brasil: A ilha da infância, terceiro livro da série "Minha luta", de Karl Ove Knausgård, será lançado em maio

Mas já está em pré-venda. Divulgou a Companhia das Letras. Medo da água, medo da escuridão, medo do pastor-alemão dos vizinhos, medo do pai: a infância é uma época aterrorizante. Em A ilha da infância, Knausgård investiga a memória, o universo familiar e a construção da identidade. Como reconstruir as lembranças desse tempo, anterior a toda lembrança? O que há em comum entre o bebê que nossos pais fotografaram e a pessoa que somos hoje?

Sexta-feira, 17/04

>>> Brasil: A arte da fotografia brasileira agora on-line

A partir do dia 17/04 estará on-line o portal Brasiliana Fotográfica. O espaço é produto da parceria entre a Fundação Biblioteca Nacional e o Instituto Moreira Salles interessados em promover a fotografia brasileira, além de contribuir com a discussão sobre a preservação do patrimônio fotográfico digital. Inicialmente, o portal irá disponibilizar 2 mil imagens selecionadas dos acervos das duas instituições. Pelo Brasiliana Fotográfica, os usuários poderão pesquisar as imagens, salvar suas pesquisas e compartilhá-las nas redes sociais. A cada semana, novas galerias de imagens serão destacadas e, periodicamente, curadores convidados farão comentários e reflexões sobre as fotografias escolhidas. Para acessar vá aqui.

>>> Brasil: Editora prepara novo título de Cora Coralina

A poeta teria caído no esquecimento não fosse ser descoberta por Carlos Drummond de Andrade. Quando publicou seu primeiro livro era já uma senhora de 75 anos: Poemas dos becos e Goiás e estórias. Depois se seguiu Meu livro de cordel (1976) e Vintém de cobre - meias confissões de Aninha (1983). Ao sair da José Olympio, a obra ganhou novo fôlego; a Global mais que duplicou a bibliografia da escritora publicando de tudo um pouco: até as receitas de Cora, tida como uma cozinheira de mão cheia. Agora em 2015, quando se passam 30 anos da morte da escritora, a editora prepara mais um título até final do ano.

>>> Brasil: Novo livro de Jorge Reis-Sá para breve

Em Portugal saiu por esses dias A definição do amor, título mais recente do escritor. Segundo noticia a Guerra e Paz Editores, casa responsável pela obra em solo português, o livro vai também ser publicado no Brasil. A edição é da Tordesilhas. Por aqui já circulam Todos os dias e O dom publicados pela Editora Record, em 2007 e 2009.

>>> Portugal: Obra de José Cardoso Pires começa a ser reeditada

2015 assinala o 90º aniversário do escritor português. Há algum tempo fora das livrarias, eis, que agora se apresenta uma nova editora que cuidará do trabalho de reedição de sua obra. A Relógio d’Água disponibilizará para breve A balada da Praia dos Cães, O Delfim, O anjo ancorado e De profundis, valsa lenta; as obras terão prefácios de António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, Mário de Carvalho e João Lobo Antunes, respectivamente. Os novos livros sairão no final de maio, enquanto ao longo de 2015 trabalha-se em outras iniciativas destinadas a colocar em fluxo a obra de Cardoso Pires. Enquanto isso, no Brasil, as últimas edições de que se tem notícia da obra do escritor são alguns títulos publicados pela Bertrand Brasil.

Ligações a esta post:

..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+Instagram, Flipboard

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pablo Neruda: o que não dá mais para ocultar

Água viva, de Clarice Lispector

Apontamentos sobre alguns textos curtos de Tolstói

Boletim Letras 360º #231

Quando Borges era Giorgie

Salinger, um grupo de psicopatas e os do MKUltra

A filha perdida, de Elena Ferrante

Gostamos de causar danos (com o grande romance estadunidense)

Jane Austen: casamento e dinheiro

A religiosidade clandestina de Hermann Hesse