Postagens

Mostrando postagens de Junho 12, 2015

O pensamento político de Fernando Pessoa

Imagem
"Fernando Pessoa (1888-1935) não era fascista. Nem admirador de Mussolini, Salazar, Hitler, sequer de Primo Rivera, líderes de regimes autoritários com os quais teve de conviver um dos maiores escritores do século XX e, sem dúvida, o mais enigmático", assim apresenta Francisco Javier Martín Barrio sobre a edição recém-publicada pela Editora Tinta da China Fernando Pessoa, sobre o fascismo, a ditadura militar e Salazar, de José Barreto. 
Barreto é sociólogo e historiador e tem se dedicado desde a última década a rastrear e descobrir os escritos políticos de Pessoa ou aqueles que tenha certo traço que possa ser enquadrado nesse rol. É um extenso quebra-cabeças. Nunca é fácil lidar com uma obra levada ao auge do inacabado como a do escritor português. E, como se não bastasse, ele ainda multiplicou-se em tantos e com opinião muito diversa. 
Mas, parte da extensa dedicação de Barreto já está registrada. A edição trazida pela editora portuguesa integra uma coleção sobre Pessoa qu…