Postagens

Mostrando postagens de Agosto 4, 2015

Amar é crime, de Marcelino Freire

Imagem
Por Pedro Fernandes


Eis aqui um escritor em constante experimentação, mas ligado ao fio da construção de um estilo capaz de defini-lo entre a pluralidade de nomes na literatura brasileira contemporânea (sim, estamos numa era em que certos grupinhos estão em processo de desfazimento e numa era em que todo mundo tem alguma coisa para dizer através da escrita, duas condições que, num país de dimensão continental como o Brasil, só aumenta o cerco para o nascimento do chamado novo escritor, embora muito do que se produz hoje esteja fadado a virar pó no dobrar antes mesmo de chegar às prateleiras de uma livraria, mesmo quando o livro alcance o plano estratosférico da aceitação mercadológica).
Amar é crime é um dos títulos mais recentes de Marcelino Freire; a edição agora apresentada é uma antologia revista e ampliada da que foi publicada em 2010 com pequena tiragem num projeto coordenado pelo Coletivo Edith. E o que se vê na obra do autor de títulos como Angu de sangue (o livro de estreia, …