Postagens

Mostrando postagens de Novembro 24, 2015

Diz-me com quem andas e te direi quem és: influências literárias na obra de Gabriel García Márquez

Imagem
Por Megan Barnard



Alguma vez Gabriel García Márquez comentou acreditar que a principal razão pela qual os escritores leem os romances dos outros era para aprender como foram escritos. Para o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura, os livros tinham uma importância tremenda e com frequência escreveu e falou sobre os outros autores que mais haviam lhe influenciado.
Em 1981, o ano anterior ao de quando ganhou o maior galardão de sua carreira, García Márquez identificou várias das influências capitais em sua obra numa entrevista que concedeu à Paris Review: “Quando escrevi meus primeiros contos me disseram que se percebia neles um cariz joyceano”, disse. “Nunca havia lido Joyce, de modo que logo fui ler Ulysses”. Começou com uma tradução em espanhol que mais tarde qualificou de pobre, depois foi ler o original em inglês e uma boa tradução francesa.  
Sem dúvidas, esse romance o impactou profundamente conforme declarou: “Aprendi algo que haveria de ser muito útil na escrita mais adiante: a …