Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 1, 2015

Pablo Neruda: segredos dos arquivos da União Soviética

Imagem
Por Mario Amorós


Pablo Neruda viajou pela primeira vez à União Soviética em 1949. Suas posições políticas e sua poesia eram difundidas naquele país desde 1937, quando a revista Internatsionalnaia Literatura incluiu um resumo do discurso que havia pronunciado em Paris no mês de fevereiro em memória de seu amigo Federico García Lorca. Em 1939, Iliá Ehrenburg traduziu para o russo Espanha no coração, sua homenagem épica e lírica à resistência republicana, e já em 1949, com o título de Stiji (versos), apareceu sua primeira antologia neste idioma. Este livro incluiu, além disso, o artigo que assinou em 27 de novembro de 1947 no jornal venezuelano El Nacional para denunciar a repressão do presidente chileno Gabriel González Videla e um capítulo introdutório de Ehrenburg, que lhe deu as bases do estudo de sua poesia nos países socialistas.
Em 8 de junho de 1949, Neruda chegou a Leningrado. Havia então só um mês e meio que havia aparecido de surpresa em Paris, no primeiro Congresso do Movimen…