Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 16, 2015

O quebranto das palavras com "a": Diário da Queda, de Michel Laub

Imagem
Por Alfredo Monte


I
Em Diário da Queda, seu quinto romance, Michel Laub apresenta o narrador, seu pai e seu avô, entrelaçando-os numa tessitura que permite ao leitor envolver-se nas angústias e impasses de três gerações, quase num único movimento, ainda que a estrutura pareça dividi-los de forma estanque (temos seções intituladas: “Algumas coisas que  sei sobre o meu avô”; “Algumas coisas que sei sobre o meu pai”; “Algumas coisas que sei sobre mim”; mais adiante, “Mais algumas coisas que sei sobre o meu avô”; “Mais algumas coisas que sei sobre o meu pai”; “Mais algumas coisas que sei sobre mim”). Todos os três escrevem textos: o avô, dezesseis cadernos manuscritos, antes de suicidar-se (encontrado pelo filho, quando tinha catorze anos); o pai, aventurando-se a escrever suas memórias após receber um diagnóstico médico terrível da boca do seu próprio filho; e este, escritor por profissão, nosso ponto de contato com as três trajetórias.
Embora não estanques, pelo contrário, impregnando-s…