Postagens

Mostrando postagens de Junho 15, 2016

Lawrence Ferlinghetti

Imagem
A Geração Beat não está tão longe de nós – espacial e temporalmente. Ainda que muitos continuem a acreditar que todos os nomes que deram forma a uma das estéticas mais importantes da literatura estadunidense contemporânea só estão acessíveis pela leitura de suas obras ainda é possível citar pelo menos numa ocasião dessas que ainda há alguém biologicamente vivo. Clássico e muito bem vivo, diga-se, porque está em pleno estado de lucidez e em atividade: com 97 anos, há alguns meses fez uma participação num sarau em San Francisco e seu livro – o segundo – Um parque de diversões (publicado em 1958) – ainda é lembrado como uma obra inquestionável para a poesia contemporânea na literatura dos Estados Unidos.
Agora, além dessas qualidades, todas elas grandiosas, qual a importância de Lawrence Ferlinghetti, é este seu nome, nessa ocasião? Ele foi – respondendo com mais atrativos sobre seu trabalho – o editor do popular e também clássico Uivo, de Allen Ginsberg e esteve à frente pela liberdad…