Postagens

Mostrando postagens de Julho 4, 2016

60 anos do Grande Sertão: Veredas, contributo para uma reflexão

Imagem
Por Antonia Marly Moura da Silva


O romance Grande sertão: veredas (1956) de João Guimarães Rosa desde sua estreia tem suscitado no leitor - e também em Riobaldo, personagem central da história narrada - um emaranhado de questionamentos sem respostas, matéria exaustivamente comentada e analisada por estudiosos da área sob as mais variadas perspectivas epistemológicas. Neste ano de 2016, em que são celebrados os sessenta anos de lançamento do livro no cenário das letras nacionais, o mistério do “homem humano”, referido pelo narrador-protagonista em seu diálogo com um interlocutor mudo, ainda não esgotou a capacidade de fomentar discussões sobre questões inquietantes sobre a condição humana e temas de interesse geral.
Considerado uma obra representativa da literatura brasileira do século XX, Grande sertão: veredas continua a chamar a atenção de leitores e críticos em geral pela genialidade do autor, notadamente demonstrada em aspectos técnicos, estéticos e ficcionais, dentre os quais é …