Postagens

Mostrando postagens de Agosto 15, 2016

A arte da brevidade ou tratado despoético sobre o haicai

Imagem
Por Léo Prudêncio


vem bashô na trilha estreita: olha acima e “eita” um haicai lhe brilha
- o poeta de meia-tigela

tratado escrito de maneira descompromissada para abordar sem muita falácia a respeito do haicai e suas ramificações abrasileiradas. espero, por meio dessa desescrita, clarear nem que seja um pouco os anseios de quem planeja se arriscar a compor haicais. ou mesmo atrapalhar os estudos sobre o haicai. tratado sem fins lucrativos. isso é uma antipoética à la aristóteles & cia.

inicialmente: o haicai é uma poética oriental e bastante popular no japão. os versos de matsuó bashô, e sua vida como andarilho, popularizou esta escrita e pensamento filosófico, pois o haicai também envolve filosofia, ele não é um mero verso descritivo.

marcelo tápia comenta:
“...o haikai origina-se do tanka ou waka, forma de poema breve com 31 sílabas, que, em sua divisão clássica, é constituído de um terceto (com versos de 5,7 e 5 sílabas) e um dístico (tendo, ambos os versos, 7 sílabas). a m…