Postagens

Mostrando postagens de Setembro 12, 2016

O Novo Jornalismo: uma corrente literária da prática jornalística

Imagem
Por Vinicius Colares


As constantes revoluções dos anos 1960 agitaram o globo culturalmente, socialmente e politicamente. Atingiram, inevitavelmente, a prática jornalística. Não faltaram, nesse período, pautas marcantes para quem usava a notícia como matéria-prima: as ascensões e quedas de John F. Kennedy e Martin Luther King; o início da Guerra do Vietnã; e os primeiros passos de Neil Armstrong na lua.
O mundo girava, os fatos aconteciam. A forma como eram narrados os acontecimentos, porém, não passava perto da profundidade que lhe era merecida. Era assim que pensava Tom Wolfe, um dos precursores do Novo Jornalismo.
Pensando em um período de estrondosa agitação social, geralmente ligamos ao new journalism (nomenclatura norte-americana original) o termo movimento. Chamamos sempre de “o movimento Novo Jornalismo”. Marcelo Bulhões, em seu Jornalismo e literatura em convergência (2007), porém, não confia essa terminação para marcá-lo.
– O New Journalism não foi exatamente um movimento, po…