Postagens

Mostrando postagens de Novembro 3, 2016

Onze livros com animais no plano principal do enredo

Imagem
É bastante recorrente na ficção a presença de animais que desempenham ora um papel muito simbólico para a narrativa – caso de o cão das lágrimas em Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago em que sua atitude de conforto à mulher do médico extenuada das forças em lutar contra algo maior que ela – ou mesmo assumem o papel de protagonista até o limite de ganhar destaque na capa do livro, isto é, dão nome à obra. Não raras vezes são animais cujas feições humanas ultrapassam a caracterização do próprio homem.
A humanidade de baleia em Vidas secas, de Graciliano Ramos e dos cães na obra de José Saramago (eles lá estão em toda parte) é de chamar a atenção de qualquer leitor. E essas personagens marcantes pertencem a uma galeria para outra lista. Esta que agora se publica é também uma lista de animais, mas seu caráter é mais abrangente e chama atenção para aquelas obras cuja importância dessas personagens é tamanha que o seu autor ousou nomeá-las em referência explícita a elas. Parte dos li…