Postagens

Mostrando postagens de Novembro 4, 2016

Julio Verne e a ressignificação da leitura

Imagem
Por Rafael Kafka


Muitas vezes, uma crise de ansiedade surge por um livro lido fora de hora ou uma compra feita nas mesmas condições. Pensei nisso nessa semana. Estava a ler o excelente, porém altamente denso A república dos sonhos, de Nélida de Piñon, provavelmente minha próxima resenha para este blog, quando percebi que sofria de profundas crises de concentração. Passei como atividade avaliativa de uma das escolas onde dou aulas a leitura de Viagem ao centro da terra, de Julio Verne, livro o qual li quando eu tinha uns 14 anos de idade. Em 2016, minhas leituras têm sido marcadas por um ato grau de densidade política e social e de repente eu me via na obrigação criada por mim mesma de ler um texto que ia para o rumo da ficção científica, gênero pouco lido por minha pessoa nesse tempo todo de vida leitora que tive.
Segui a leitura do romance de Nélida, mas percebi o quanto eu me esforçava para tanto até que finalmente decidi ceder ao óbvio e comecei a ler a obra de Verne. Por mais que …