Postagens

Mostrando postagens de Agosto 14, 2017

Jane Austen: casamento e dinheiro

Imagem
Por Aloma Rodríguez


Os romances de Jane Austen falam de amor e dinheiro. Essa é uma das razões de que esteja na lista dos autores do século XIX mais lidos. Desde sua morte aos 41 anos, o culto à escritora não tem deixado de crescer. “Seu lugar e significado na cultura também tem mudado à medida que a sociedade tem mudado”, explicou num artigo recente The Economist. Henry James a situava à mesma altura de Shakespeare, Cervantes e Henry Fielding (precisamente, Fielding e Samuel Richardson eram dois dos romancistas que mais admirava).
Mas as obras de Austen não servem apenas para explicar uma época, seus costumes, mais ou menos satirizados graças à fina ironia da voz narradora; não são só indagações em torno da alma humana com personagens que trocam diálogos cheios de humor e duplas intenções, nem retratos dos sentimentos. Têm suscitado discussões sobre o pensamento político, filosófico e econômico que encerram.
Segundo The Economist, seus romances contém uma parte da histórica econômica…