Postagens

Mostrando postagens de Setembro 5, 2017

John Ashbery

Imagem
Considerado um dos maiores poetas de sua geração, John Ashbery foi representante do melhor já produzido por um Estados Unidos, ao que parece, se consideramos os ventos mais próximos, difícil de admirá-los; isto é, aquele país fundado sobre uma fé irretocável nas liberdades civis e individuais. Não é vã, portanto, a relação que algum momento a crítica fez, ao reparar as raízes criativas desse poeta, com o legado de Walt Whitman, o cantor das diversidades que soube imprimir em sua poesia a totalidade do mundo.
Ashbery era um total desconhecido quando em 1956 caiu nas mãos de W. H. Auden, outro gigante da poesia moderna e contemporânea o manuscrito de Some Trees (Algumas árvores, em tradução livre). De imediato, correspondendo ao afã de todo escritor em início de carreira, a decisão foi publicá-lo. “É possível escrever poesia hoje?”, se pergunta o poeta inglês no prólogo para a primeira edição do livro. Este texto recobra que só é merecedor do título de poeta quem saiba regressar às re…