O que chamo 'hotblog'

Por Pedro Fernandes

A partir do Letras in.verso e re.verso, eu criei outros dois projetos que seguem firmes na web: um periódico para publicação de poesia que batizei com o sugestivo título em homenagem ao poeta de minha estima Carlos Drummond de Andrade, o Caderno-revista 7faces; e um espaço para guardar meus materiais de pesquisa (e de outros pesquisadores, assim desejem) sobre a obra de outro escritor, agora mais um romancista embora tenha produzido poesia, José Saramago.

O nascimento desses projetos gerou uma série de notas publicadas neste blog sobre sua construção, andamento e outros assuntos relacionados de maneira enviesada ao tema principal do Letras. Por isso, criei duas seções que chamo de hotblog - elas deverão existir sempre ou até eu enxergue a necessidade de construir outros rumos para este blog e estes projetos. Trabalho com a possibilidade, por exemplo, de que estas seções sejam desmembradas em outros blogs, o que seria mais adequado. Mas, a demanda de trabalho é grande para duas mãos. Deixemos como está e um dia veremos.

Já viram que grifei a palavra hotblog desde o título e este texto visa explicar porque uso este termo, embora alguém mais gaiato já não terá dispensado a pergunta de, e aí, tem conteúdo erótico. Fato é que fui também fui fazer uma busca na web a fim de que pudesse encontrar um real significado para o termo - hotblog.

Para quem não sabe, fica dito, que comecei esse lance do vocábulo hotblog seguindo a já conhecida palavra e conceituada também hotsite. O hotsite é um pequeno site dentro de outro que tem por função divulgar ou chamar atenção para alguma propriedade específica.

Mas, o hotblog, pelo que eu pude perceber nessa rápida pesquisa na internet, só serve mesmo é para especificar blogs com conteúdos pornográficos. É que hot nesse território da web tornou-se sinônimo de erótico. Vê só as trapalhadas da língua. Mas não, não é o caso daqui.

Entendam, os mais desavisados que o sentido para o termo aqui posto em uso quer dizer um outro blog (um microblog fruto dos marcadores de postagem) dentro de outro blog, cuja especificidade é a mesma de um hotsite - prestar informações específicas sobretudo marqueteiras, de alguma ideia, produto, projeto, proposta ligada ao blog. Fica registrado, além de tudo, esse impasse de ordem linguística.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Água viva, de Clarice Lispector

Pablo Neruda: o que não dá mais para ocultar

Apontamentos sobre alguns textos curtos de Tolstói

Boletim Letras 360º #231

Quando Borges era Giorgie

Salinger, um grupo de psicopatas e os do MKUltra

A filha perdida, de Elena Ferrante

Gostamos de causar danos (com o grande romance estadunidense)

Jane Austen: casamento e dinheiro

A religiosidade clandestina de Hermann Hesse