Um caderno para Saramago

Por Pedro Fernandes


página de abertura para Um caderno para Saramago

O meu arquivo online de pesquisas sobre o escritor português José Saramago tem uma leva de novidades. Com um design definitivo, assim eu espero, que trabalha os tons mais sérios, aos poucos esse trabalho vai sendo posto de pé. Recentemente todas as sessões passaram por atualizações e ajustes necessários. A descrição e os objetivos do espaço que pode ser lido no menu Sobre o espaço foram refeitos e creio ter encontrado o caminho ideal da proposta: a de ser um espaço para postagem de meus materiais de pesquisa que coletei ao longo dos seis anos de pesquisa na obra do escritor e, logo, outros materiais que eu vá encontrando na rede. Todo o material fotográfico, a título de acompanhar as reformulações do design também tem sido refeito.

No menu Obras foram acrescentados novos livros do escritor, como o caso da edição de crônicas Moby Dick em Lisboa e As palavras de Saramago. Nessa sessão alguns livros, que ainda estavam sem uma página específica ganharam, cada um, seus respectivos espaços. Cada obra é apresentada com uma ou mais resenha sobre. Futuramente essas páginas serão incrementadas com outras ferramentas que darão maior suporte sobre um entendimento da obra exposta.

O menu Sobre a obra é o que é mais constantemente atualizado - à medida que vou recuperando algumas notas que tenho feitas em determinados lugares e à medida que vou sabendo de novidades a respeito da crítica literária sobre a obra saramaguiana tudo é acrescentado por lá. Aqui ainda tenho uma série de indefinições e ajustes a serem feitos; possivelmente as sessões de artigos, livros, teses, monografias, dissertações e ensaios sobre deverão depois serem divididas de acordo com os livros do autor - ainda estudo o que possa fazer para deixar mais fácil a localização dos materiais e evitar possíveis repetições.

Em Dispersos foram acrescentadas mais entrevistas, artigos, correspondências, conferências e outros textos do escritor. Chamo atenção para dois achados nessa sessão - uma é a crônica O gosto de bater publicada no seu Folhas políticas e outra é a correspondência enviada pelo escritor para o encerramento do II Fórum Social Mundial em março de 2002, texto belíssimo que, deveria ser editado em forma de conto ou coisa do tipo.

No menu Galeria, novos vídeos e novas imagens. A novidade aqui é que todas as galerias de imagens passaram por ajustes e foi inaugurada uma terceiro grupo de imagens, José Saramago, ser estas todas as faces, que reúne fotos das mais variadas do escritor.

Em Outros textos foram acrescidas as páginas Itinerários, que organiza os três itinerários elaborados a partir da geografia ficcional saramaguiana, Fotografia e Escultura. Ainda na sessão Outros textos foram acrescidas novidades em todas as outras sessões - Cinema e Tv, Teatro, Pintura, Dança... No espaço Dos leitores comecei a postar os textos que participaram do edição do concurso Uma página para Saramago. 

Concebido como um work in progress foram acrescentados outros menus aos já existentes desde que a proposta foi lançada online em setembro do ano passado; agora o espaço dispõe de uma página denominada Contribuições com normas para envio de materiais e de informações ao espaço, Contato, com um formulário pelo qual os leitores poderão se comunicar diretamente com o mantenedor do espaço, e Pesquisa, um espaço com ferramenta de busca dentro da própria página. No total o caderno já conta com mais de 400 páginas e entradas e a proposta é que a cada 15 dias o espaço passe por manutenção e acréscimos de materiais.  

Ligações a este post:
>>> Veja vídeo produzido para apresentação da ideia, aqui.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pablo Neruda: o que não dá mais para ocultar

Água viva, de Clarice Lispector

Quando Borges era Giorgie

Boletim Letras 360º #231

Onze filmes que tratam sobre a vida de pintores

Salinger, um grupo de psicopatas e os do MKUltra

A filha perdida, de Elena Ferrante

Gostamos de causar danos (com o grande romance estadunidense)

Jane Austen: casamento e dinheiro

Boletim Letras 360º #232