Hora de Clarice



Num ano em que o Instituto Moreira Salles deu pulsão ao Dia D para o celebrar o poeta Carlos Drummond de Andrade, a atual editora que detém os direitos autorais da obra de Clarice Lispector espelha-se no bom exemplo e dá vazão a uma programação não aquém da do IMS para a escritora brasileira. Batizado de "Hora de Clarice" o evento vem reforçar aquilo que já sabemos: Clarice é moda e já figura no panteão da memória comum dos brasileiros, afinal, e isso eu comentava outro dia na minha página do Facebook, ela, juntamente com Oscar Wilde e Fernando Pessoa são os escritores de quem mais fabricam frases feitas, umas realmente ditas por eles, mas outras mais inventadas pelo bestiário popular.

"Hora de Clarice" se realiza amanhã, dia 10 de dezembro, data em que a autora de A paixão segundo G. H. faria, se viva fosse, 91 anos. O evento congrega leitores, fãs e admiradores de Clarice nos vários centros do país. E em todos eles haverá alguma programação. 

No Rio de Janeiro é onde a progamação será mais intensa. Já a partir das 11h, dará largada um passeio literário intitulado "O Rio de Clarice". O itinerário será conduzido por Teresa Monteiro, organizadora da coletânea Clarice na cabeceira - contos. Às 16h30, Pedro Vasquez e Claudia Nina estarão no bate-papo com leitores "Crônicas para jovens: um novo olhar sobre a obra de Clarice"; isso na Livraria da Travessa, no Shopping Leblon. E às 18h, José Miguel Wisnik dirige conferência no Instituto Moreira Salles. O dia carioca se encerra às 21h no Midrash Centro Cultural numa palestra ("Ver e ler Clarice: fotografia e literatura") com a professora Nádia Gotlib e Rita Elmor.

Ainda no Rio de Janeiro, haverá Intervenções poéticas com leitura de textos de Clarice Lispector na estação Siqueira Campos e na travessia da barca Rio-Paquetá, além da leitura dos textos, apresentação das canções favoritas de Clarice. E não se fecha, essa programação, só no dia 10, entre os dias 12 e 14, Suzana Vargas coordena um ciclo de palestras que olhará para a obra da escritora sob diversos ângulos.

Em São Paulo, José Castello, organizador da coletânea Clarice na cabeceira - romances apresenta a palestra "Clarice no abismo", na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

No Recife, a partir das 9h até às 17h haverão encontros coordenados pelo psicanalista André Resende na Livraria Jaqueira.

A editora Rocco está ainda com vários projetos (futuros) de lançamentos (de inéditos, inclusive) da escritora: como os textos da Clarice jornalista e outros textos da literatura infantil.

* As informações desse texto foram coletadas da página da Editora Rocco para Clarice Lispector; por , os leitores, têm acesso às informações em mais detalhes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cinco livros para conhecer a obra de William Faulkner

Essa estranha instituição chamada literatura: uma conversa com Jacques Derrida

Os melhores diários de escritores

Lolita, amor e perversão

O conto da aia, o pesadelo de ser mulher numa teocracia

Os ventos (e outros contos), de Eudora Welty

A ignorância, de Milan Kundera

Há muitos Faulkner

Kazuo Ishiguro, Prêmio Nobel de Literatura 2017

Boletim Letras 360º #239