Boletim Letras 360º #10



Primeira cena da adaptação de O homem duplicado, romance de José Saramago, para o cinema. Ainda sem data de estreia, mas vê-se a produção está de vento em polpa.
O décimo número do nosso Boletim Letras 360º está recheado de novidades: pelo Brasil pipocam os eventos literários – feiras, festivais, encontros; fora do país também. Esta semana foi marcada por isso. A nossa primeira dezena de notas quer lembrar também da promoção que está aberta até o próximo dia 8 de maio, portanto, menos de quinze para inscrições. Enfim, vamos ver o que se passou pela fan page dessa semana?

Segunda-feira, 22/04

>>> Brasil: Inéditos de Hilda Hilst

Uma visita da equipe do caderno Ilustrada do Jornal Folha de São Paulo a Casa do Sol, onde a escritora viveu boa parte de sua vida, revelou que, nos últimos meses, foram localizados ali um livro infantil, poemas, desenhos e textos em prosa, material inédito suficiente para ao menos quatro novos livros. Quando estes livros poderão ser publicados ainda é uma dúvida. Mas, até o fim deste mês, após reeditar a obra de Hilda em 21 títulos, a Editora Globo lança, Fico besta quando me entendem: entrevistas com Hilda Hilst, livro organizado por Cristiano Diniz e que reúne cerca de 50 anos de conversas com a autora. O livro vem ilustrado com desenhos inéditos de Hilda.

>>> Portugal: Revista Blimunda #11 on-line

Com várias páginas sobre o festival Rota das Letras de Macau, uma entrevista a Andréa del Fuego, Prêmio José Saramago, um dossiê sobre os 50 anos da Feira do Livro Infantil de Bolonha, com a escolha de um livro descoberto na Feira por editores, autores e ilustradores portugueses, e a habitual seção Saramaguiana, com um texto de Laura Restrepo, e a abertura da Feira do Livro de Bogotá que dedica a José Saramago grande parte da sua programação. Tudo isto na edição 11 de Blimunda – revista da Fundação José Saramago. Para baixar aqui

>>> Brasil: Voltar a Hilda Hilst – a poeta no cinema

Dois filmes que tem Hilda Hilst como base está em pré-produção: um documentário, dirigido por Gabriela Greeb (sobre o qual comentamos na fan page em agosto de 2012); e um filme de ficção, produzido e protagonizado por Tainá Müller, sob direção de Walter Carvalho. Os filmes devem sair, respectivamente, em 2014 e 2015.

>>> Brasil: “A João Guimarães Rosa: fotografias de Maureen Bisilliat”

“Aprecio imagens aliadas à escrita, frases escolhidas definindo melodicamente a linha da orquestração. Em livros como os de Diane Arbus (1923-1971), de Nan Goldin (1953), há essa orquestração: ritmos, silêncios, acordes, vazios. A palavra, escolhida da produção literária ou pinçada do testemunho biográfico, vem da fala íntima da pessoa, destilada. Seria quase como escrever com a imagem e ver com a palavra.” O texto é de Maureen Bisilliat. A fotógrafa, que nasceu na Inglaterra e se fixou no Brasil em 1957, é a mente por traz das imagens e dos textos da exposição "A João Guimarães Rosa". Na mostra, exibida no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca, Bisilliat se inspira na literatura do autor para captar os personagens e o universo do sertão brasileiro. O Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca (Shopping Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 569) abriga a exposição até o dia 25 de junho com entrada gratuita.

>>> Brasil: Lançado pela Fundação José Saramago na última semana por ocasião da Feira do Livro de Bogotá (FILBo), A estátua e a pedra deve chegar ao Brasil, pela Companhia das Letras, editora que publica o escritor desde sempre, no próximo mês de agosto. 

"A estátua e a pedra" é o título de uma conferência que José Saramago deu em 7 de maio de 1998 na Universidade de Turim, Itália; nela, o escritor elabora uma compreensão acerca de sua própria obra literária. Além desse texto que dá nome ao livro e que foi revisto por Saramago antes de sua morte em junho de 2010, vem ainda um texto da Luciana Stegagno Picchio, uma das responsáveis pela primeira publicação deste texto na Itália, além de notas de Fernando Gómez Aguillera, mentor da Exposição José Saramago e a Consistência dos Sonhos. A conferência foi transcrita pela página da fundação e pode ser lida por aqui.

>>> Brasil: Bolsa de Fotografia do Instituto Moreira Salles está com inscrições abertas

Pelas 11h num evento na Livraria Martins Fontes Paulista. É quando será apresentado o edital e a nova edição da revista de fotografia ZUM. Ao todo, serão dois projetos inéditos selecionados para receberem bolsas fotográficas no valor de R$ 65 mil. O objetivo é permitir que artistas e fotógrafos desenvolvam e aprofundem sua produção em variadas vertentes, sem restrição de tema, perfil ou suporte. Apesar da apresentação no dia 27, o IMS comunica que já será possível conferir o regulamento a partir de 26 de abril, no site da ZUM. Os projetos selecionados deverão ser entregues em oito meses e ficarão permanentemente no acervo de fotografia do Instituto Moreira Salles. Mais informações no site da revista ZUM.


Terça-feira, 23/04

>>> Brasil: Confirmada a primeira escritora estrangeira convidada para a Festa Literária Internacional de Paraty

Depois de confirmar John Banville e Cleonice Berardinelli para a edição 2013 da Festa Literária Internacional de Paraty a organização disse hoje, 22/04, que a estadunidense Lydia Davis é convidada do evento. Davis foi finalista do Man Booker International Prize 2013, e vai lançar no Brasil, durante a FLIP, o livro Tipos de perturbação – Companhia das Letras, pelo qual foi indicada ao National Book Award em 2007. A escritora começa a ser citada no Brasil pela exibição na TV aberta do seriado de sua autoria, Revenge. A FLIP acontece dos dias 3 a 7 de julho e neste ano homenageia o escritor alagoano Graciliano Ramos.

>>> Brasil: Chamada para publicação na 4ª edição da revista Machado de Assis

Depois de apresentar sua 3ª edição recentemente com o tema Literatura Infantil, a Revista Machado de Assis abre, até 20 de maio, inscrições para traduções de trechos de obras não ficcionais, além de ficção, para divulgação no exterior. Em nota divulgada ontem a Fundação Biblioteca Nacional lembra que o quarto número aceitará a inscrição de trechos de obras de literatura e humanidades, nos gêneros romance, conto, poesia, crônica, livro-reportagem, ensaio literário, ensaio de ciências sociais e ensaio histórico. Para mais informações sobre como fazer a inscrição, formato do texto, restrições, entre outros, acesse o site.

>>> Brasil: Jornada Ana Hatherly – 50 anos de O mestre

O mestre foi o primeiro livro de prosa da escritora Ana Hatherly, conhecida sobretudo por sua obra poética. Publicado em Portugal em 1963, uma edição brasileira só viria a lume em 2006. Para assinalar o cinquentenário da primeira edição o Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana (NEPA) da Universidade Federal Fluminense (UFF), com sede no Rio de Janeiro promove no dia 18 de junho a “Jornada Ana Hatherly – 50 anos de O mestre”. O encontro reúne mesas redondas, conferências e lançamento de livros. As informações sobre podem obtidas diretamente no NEPA (Rua Prof. Marcos Waldemar de Freitas Reis – Bloco C - Sl 403 – Campus do Gragoatá – São Domigos – Niterói/RN) ou pela e-mail nepa@vm.uff.br Uma página dá contas da programação completa aqui no Facebook.

>>> Brasil: A Editora Unesp disponibiliza 54 novos títulos do selo Cultura Acadêmica

As obras integram a Coleção Propg/FEU Digital, que passa a contar agora com 192 títulos. A coleção, uma das primeiras de e.Books do país, foi iniciada em 2010, com a disponibilização de 44 obras para download gratuito. O projeto tem como objetivo democratizar a produção acadêmica.  Em 2011 foram incluídos 50 novos títulos e em 2012 outros 44. A meta do projeto, agora com 192 obras, é publicar 1.000 livros até 2020. Todo o novo lote e parte dos 138 livros que já integravam a coleção estão disponíveis também para impressão sob demanda. Durante 2012 foram contabilizados mais de 134 mil downloads de obras da coleção. Para conhecer todos os títulos e os autores que integram a Coleção Propg/FEU Digital, acesse o site.


Quarta-feira, 24/04

>>> Peru: O novo romance de Mario Vargas Llosa

Chama-se El héroe discreto e é um duplo feliz reencontro do Prêmio Nobel peruano com sua vida e sua literatura e dos leitores com ele e seu território literário. Primeiro, porque depois de 15 anos Lima e Piura, as duas cidades peruanas onde o escritor cresceu, voltam a protagonizar suas narrativas, e segundo porque tem recuperado vários de seus personagens literários como o Sargento Lituma, de Lituma en lós Andes e o Dom Rigoberto, de Os cadernos de Dom Rigoberto. A nova obra de Llosa será publicada pela Alfaguara no dia 12 de setembro numa edição simultânea em todos os países de língua espanhola. Este anúncio coincide com o começo do resgate de toda sua obra dramática no Teatro Español de Madrid, com a estreia de La Chunga. El héroe discreto narra a história de dois homens, Felícito Yanaqué e Ismael Carrera, que lutam contra seus destinos e adversidades, mas, além das mesquinhezas e segundo seus ideais e desejos. Um romance com características de melodrama, com bastante humor, que se passa num Peru mais atual, pujante e paradoxo, onde Piura e Lima já não são espaços físicos, mas reinos da imaginação povoados por suas personagens.

>>> Brasil: Novo livro de Nei Leandro de Castro

O autor de As pelejas de Ojuara fará lançamento de seu novo trabalho, a antologia de contos Pássaro sem sono (Editora Jovens Escribas) no próximo dia 09 de maio, a partir das 18h, no Solar Bela Vista (Av. Câmara Cascudo, 417 – Cidade Alta – Natal/RN).

>>> Inglaterra: Salman Rushdie para o cinema

O livro em que se tornou escritor, diz Salman Rushdie, é agora a experiência cinematográfica que “fecha o ciclo” de anos passados entre a fama e o esconderijo do fatwa: Os Filhos da Meia-Noite que está em estreia mundo fora. O romance é lido como uma alegoria romântica sobre o nascimento da Índia, refletindo também sobre as origens das tensões religiosas entre hindus e muçulmanos, entre Índia e Paquistão, no subcontinente. Dirigido por Deepa Mehta e já estreado em vários países – e sem data de estreia no Brasil -, é a primeira experiência de Rushdie como coargumentista numa longa-metragem baseada na sua própria obra. Houve tentativas de filmar O chão que ela pisa e o escritor assinou outros roteiros, mas nada se concretizou. Os Filhos da Meia-Noite, que também é narrado por Rushdie, conta a história de dois rapazes nascidos na mesma data, 15 de Agosto de 1947, dia da independência da Índia, trocados ao nascer.

>>> Estados Unidos: Originais de Bonequinha de luxo, de Truman Capote foram a leilão

Tratam-se de datiloscritos com inúmeras alterações manuscritas de Truman Capote fez inúmeras alterações manuscritas como o nome da personagem principal que deixou de se chamar Connie Gustafson para o icônico nome Holly Golightly. O romance de Capote, um dos mais famosos, depois de A sangue frio foi publicado originalmente em 1958 e ganhou imensa popularidade devido à adaptação ao cinema, em 1961, por Blake Edwards, com Audrey Hepburn no papel principal. O manuscrito foi adquirido por milionário russo que pagou o equivalente a US$ 306,000.

>>> Estados Unidos: Uma série de cartas de autoria do romancista estadunidense J.D. Salinger recém reveladas trazem à tona um lado desconhecido do recluso escritor

Escritas entre 1941 e 1943, as cartas foram adquiridas pela Morgan Library & Museum, de Nova Iorque, e reveladas ao jornal The New Yor Times. A correspondência foi enviada a uma aspirante a escritora que vivia em Toronto, no Canadá, chamada Marjorie Sheard, que era leitora assídua dos contos publicados por Salinger em revistas americanas. De acordo com o jornal, as cartas revelam um jovem de personalidade semelhante ao do protagonista de O apanhador no campo de centeio, Holden Caulfield. Pelas mensagens, Salinger aparentava ser um rapaz brincalhão e emotivo. Numa determinada carta, Salinger, então com 22 anos, pede a Sheard que opine sobre uma história que estava a escrever, sobre um certo Holden Caulfield, que ele iria publicar na revista The New Yorker. Na época, o editor ficou tão empolgado com o personagem que pediu a Salinger que escrevesse uma série completa de contos sobre ele. Mais tarde, ele pede a Sheard que não mencione com ninguém a história de Holden Caulfield, pois havia a possibilidade de que os capítulos fossem, no futuro, reunidos num livro. Publicado em 1946, O apanhador no campo de centeio tornar-se-ia o romance mais conhecido de Salinger. O escritor enviou um total de nove cartas em cerca de dois anos. Sheard tem 95 anos e mora numa casa de repouso no Canadá. Ela mantinha as cartas trocadas com Salinger numa caixa de sapatos e apenas decidiu vendê-las ao museu para custear as suas despesas pessoais. Apesar dos conselhos e incentivos de Salinger, ela jamais chegaria a publicar um livro.


Quinta-feira, 25/04

>>> Canadá: Divulgada a primeira imagem de An Enemy, adaptação de O homem duplicado, romance de José Saramago

Dois Jake Gyllenhaal é o que se vê na cena divulgada hoje que atesta o andamento das filmagens de O homem duplicado, romance de José Saramago. A direção é do cineasta franco-canadense Denis Villeneuve. A produção reúne estrelas como Isabella Rossellini, Melanie Laurent e Sarah Gadon. Ainda não há datas para estreia. An Enemy é o quinto filme produzido a partir da obra do Prêmio Nobel de Literatura.

>>> Nova York: Os 450 anos de William Shakespeare

Seguindo a data definida do nascimento de Shakespeare, 23/04/1564, em 2014, chegamos aos 450 anos do escritor. Por isso, o grupo New York Shakespeare Exchange lança o desafio: quer 154 vídeos com 154 atores em 154 lugares diferentes de Nova York inspirados nos 154 sonetos do inglês on-line.  O ponto culminante do projeto - intitulado "The Sonnet Project" será marcado pelo lançamento de "Anthology Sonnet", com características especiais, explorando as nuances textuais da língua, cenas por trás dos bastidores e entrevistas com os criadores e atores. O vídeo protótipo pode ser visto aqui.

>>> Argentina: Vinicius de Moraes fora do Brasil

O centenário do poeta Vinicius de Moraes celebrado neste 2013 está no centro das homenagens que a Feira do Livro de Buenos Aires realizará neste ano. A 39ª edição do evento, que abre suas portas hoje, 25/04, na Sociedade Rural, em Palermo, recebe do Brasil os escritores Luiz Ruffato e Milton Hatoum, além do cantor Toquinho, que fará um show ao ar livre, grátis, a partir das 19h, na Plaza Italia, e da neta de Vinicius, Mariana, que fará dois concertos.

>>> Brasil: Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas (MG)

Tem início hoje, 27/04 e segue até o dia 05/05. A cidade mineira de Poços de Caldas acolhe a oitava edição da Flipoços. Rende homenagens a Machado de Assis a partir do tema "A imortalidade da literatura" e recebe autores como Nélida Piñon, Ariano Suassuna e João Ubaldo Ribeiro e dois convidados internacionais, o mexicano Juan Pablo Villalobos e o português Luís Miguel Rocha. Todas as informações estão no site do evento.


Sexta-feira, 26/04

>>> Brasil: Festival Literário de Votuporanga

Tem início no próximo dia 30 de abril e segue até o dia 10 de maio no Centro de Convenções Jornalista Nelson Camargo mais uma edição do já conceituado Festival Literário de Votuporanga. Este ano o evento recebe convidados como Humberto Werneck, Bráulio Tavares, Antonio Cicero, Francisco Bosco, Reynaldo Damazio, Paulo Lins, Alice Ruiz, Marcelino Freire e Sérgio Vaz. Alia-se à literatura a dança com a Mostra Internacional de Dança que corre paralela ao evento. Na abertura, um show gratuito com Toquinho e participação de Tiê. O evento homenageia neste ano o poeta Vinicius de Moraes. Todas as informações sobre o evento podem ser obtidas através do site.
>>> Divulgado o vencedor do Prêmio Internacional de Ficção Árabe

De nós brasileiros é ainda uma literatura por se conhecer. Cedo ou tarde isso deverá acontecer porque fora daqui já as editoras olham com certo interesse para os árabes. Na última terça-feira, 23/04, sob “custódia” da revista inglesa Granta – que já tem circulação no Brasil desde 2012 – foi anunciado o vencedor do Prêmio Internacional de Ficção Árabe: o livro The Bamboo Stalk, que começa a ser traduzido fora de seu país de origem, o segundo romance do kwaitiano Saud Al Sanoussi, foi o grande premiado. O livro é um retrato sobre a imigração e o racismo no Kwait. A Granta define esta obra como “ousada”, “que olha para o fenômeno dos trabalhadores estrangeiros nos países árabes e lida com o problema da identidade”.

>>> Portugal: Estão abertas as inscrições para VIII Prêmio Literário José Saramago

As inscrições foram abertas hoje e seguem até o dia 31 de maio. Celebrando a atribuição do Prêmio Nobel da Literatura em 1998 a José Saramago, este prêmio distingue uma obra literária no domínio da ficção, romance ou novela, escrita em língua portuguesa, por escritor com idade não superior a 35 anos, cuja primeira edição tenha sido publicada em qualquer país da lusofonia. Nos anos anteriores já foram distinguidos autores como Paulo José Miranda, José Luís Peixoto, Adriana Lisboa, Gonçalo M. Tavares, Valter Hugo Mãe, João Tordo e Andréa del Fuego. O valor do prêmio é 25 mil euros e o vencedor será anunciado em novembro de 2013.  O regulamento completo pode ser lido aqui.

>>> Brasil: Trailer de As fantásticas Aventuras de um Capitão já circula nos cinemas

Comunicamos a existência do filme por aqui ainda em meados de 2012 e apesar de ainda não contar com data de estreia, já circula nos cinemas trailer para o filme As fantásticas Aventuras de um Capitão; baseado no livro Os Velhos Marinheiros, de Jorge Amado, o longa é dirigido e roteirizado por Marcos Jorges, de Estômago. A trama conta a história do comandante Vasco Moscoso de Aragão (Joaquim de Almeida) e de sua agitada chegada em uma cidadezinha balneária, a vila de Periperi, situada nas proximidades de um grande município portuário. Já maduro, este pitoresco forasteiro vem para ficar, buscando repouso depois de uma longa vida de aventuras por todos os mares do globo. O charmoso navegante conquista rapidamente a simpatia e admiração dos moradores. Os homens se reúnem ao seu redor para ouvir histórias do mar e as mulheres suspiram por sua figura romântica. A chegada do comandante Aragão leva Chico Pacheco (José Wilker) a perder sua popularidade em Periperi. Desconfiado e enciumado das histórias contadas pelo capitão, Chico resolve investigar sua vida pregressa e o desafia a provar suas habilidades. O elenco inclui Claudia Raia, Patricia Pillar, Marcio Garcia, Milton Gonçalves, Mauricio Gonçalves, Tainá Muller, Sandro Rocha, entre outros.

>>> Brasil: Festival Varilux de Cinema Francês

O evento ocorre em 45 cidades do Brasil. Em Natal/RN a programação se estende entre os dias 10 e 16 de maio no Moviecom Praia Shopping. Ao todo serão exibidos 15 filmes – “Aconteceu em Saint-Tropez”, “Adeus, minha rainha”, “Além do arco-íris”, “Anos incríveis”, “Camile Claudel 1915”, “Uma dama em Paris”, “A datilógrafa”, “Feito gente grande”, “Ferrugem e osso”, “O homem que ri”, “O menino da floresta”, “Pedalando com Molière”, “Prenda-me”, “Renoir” e “Sabores do palácio”. A programação aos poucos vai sendo montada aqui no site
>>> Brasil: Últimos dias para envio de materiais ao caderno-revista 7faces

Até o dia 30 de abril - sem prorrogações. É esta a data que tem poetas e artistas plásticos interessados em concorrer à publicação na próxima edição do caderno-revista 7faces. Os interessados, podem ler o regulamento aqui. O caderno-revista 7faces é uma publicação eletrônica destituída de quaisquer vínculos comerciais, editada semestralmente pelos poetas Pedro Fernandes e Cesar Kiraly. On-line desde 2010, já foram seis as edições e um caderno especial sobre a obra poética de José Saramago.

>>> Estados Unidos: Charles Bukowski - documentário on-line

Os amantes da poesia de Charles Bukowski, estão convidados a conhecer o documentário Bukowski - Born Into This, dirigido por John Dullaghan. Neste trabalho, o diretor nos leva a momentos decisivos na vida do escritor. O vídeo tem legendas em espanhol. Para visualizar, basta ir aqui.


..........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns dos melhores começos de romances

Uma entrevista inédita com Liev Tolstói

Água viva, de Clarice Lispector

Potnia, de Leonardo Chioda

Onze filmes que tratam sobre a vida de pintores

Avenida Niévski, de Nikolai Gógol

A lista de leituras de Liev Tolstói

De Mário Peixoto, é preciso virar a página

O romance perdido de Sylvia Plath

A ignorância, de Milan Kundera